Bem estar

10 dicas de como economizar no casamento

É possível economizar no casamento e alcançar uma festa de sonho, com um pouco de tempo, organização e criatividade. A grande vantagem disso é que você pode aproveitar muito mais os preparativos e lhe dar maior importância à ligação com o casal e as famílias.

Em primeira instância, é recomendável fazer uma lista e distinguir entre o que é dispensável e o essencial. Desta forma, o dinheiro que poderia ser destinado a um prepará-los, pode ser investidas em outro. Evidentemente, esta parte da organização vem a ser um exercício de organização e tomada de decisões.

1. Tempo

A primeira coisa é pensar sobre a data para a cerimônia e que a ansiedade por viver esse momento não lhes ganhar. É aconselhável ter tempo suficiente para organizar com tranquilidade. Se eles decidem se casar em um mês, é quase certo que vão gastar o dobro do dinheiro.

Contar com vários meses anteriores possibilita, por um lado, guardar dinheiro dos salários mensais. Por outro lado, pode-se comparar fornecedores, pesquisar ideias econômicas e preparar coisas em casa. Não é difícil realizar determinados elementos para casamentos e assim poupamos o comprá-los.

2. A menor demanda, preços mais baixos

Ao igual que os lugares turísticos,salões para eventos mudam seus preços de acordo com a época. Para ser honesto, a diferença costuma ser bastante ampla e é uma ótima maneira de economizar no casamento.

Encontrar uma data na baixa temporada favorece para diminuir gastos em caterina para eventos e outros serviços. Ao não existir tanta demanda, conseguem ofertas ou pacotes especiais que podemos aproveitar. Além disso, fica claro que a atenção e a qualidade é exatamente a mesma que em outros meses mais solicitados.

Leia também:  10 dicas para diminuir as náuseas

3. Os convidados justos

Como organizar o dia de seu casamento?

A lista de convidados é um dos temas que tem que ver e rever várias vezes antes de enviar os cartões. Um dos maiores gastos leva a comida, a bebida e a atenção dos participantes. Assim, pode-se reduzir muito mais do que pensam , se reduzem a quantidade de convidados.

Um grande erro é anotar todas as pessoas com as que têm algum tipo de relação, por mínima que seja. Procure cortar para essa data para os familiares que há mais de 20 anos que não vêem. Alguns nem sequer se conhecem, mas se parece com uma obrigação adicioná-los.

Há que ser conscientes e refinar a lista com os parentes e amigos que realmente gostam desse link. Uma noite íntima permite economizar no casamento e comemorar com aqueles que sempre estão.

4. Impressões caseiras

Contratar gráficas ou empresas de design gráfico para cartões de convite, gratidão e outros requer um responsável pela alta. Diminuir pela metade ou até menos esses valores é tão simples como sentar no computador e pressione a tecla “imprimir”.

Existem na rede centenas ou milhares de modelos para se inspirar e fazer a sua própria papelaria. Inclusive, é possível personalizar o quanto quiserem os noivos juntos.

5. Roupas mais baratas

Conforme a personalidade e o estilo de vida do casal, é possível economizar no casamento, limitando o dinheiro destinado ao terno e o vestido. Talvez esse namorado jamais volte a usar um terno, no caso de um aluguel é suficiente. Assim permanecerá, em seguida, as fotos e não guardado em um armário.

Quanto à menina, existem assinaturas de vestido de noiva que têm modelos muito baratos. A tendência é escolher para a web e para poder comparar preços em casa. Parece incrível a diferença de preços que se pode encontrar em vestidos com semelhante qualidade, embora sem tanta popularidade.

Leia também:  10 dicas infalíveis para evitar as bolsas e as olheiras

6. A decoração

Reciclar itens antigos ou que já parecem inúteis como frascos e garrafas de vidro é uma tendência muito econômica. Com eles podemos obter recursos decorativos elegantes, simples e baratos. Peça ajuda aos seus familiares diretos, e que todos comecem a guardar embalagens e, então, mãos à obra.

Também existem grandes feiras de casamento ou de lojas de decoração para visitar, onde se consegue lindos produtos, a par do que práticos. Com a ajuda da internet é muito fácil encontrar ideias para todos os gostos.

7. As flores do casamento

As flores estão muito presentes nas festas e têm um alto impacto visual, em cada setor. Para economizar no casamento, é aconselhável escolher flores da época e evitar importações. Os custos, entre umas e outras, variam muito e o resultado pode ser o mesmo com bons arranjos.

Outra forma de baratear com as flores é reutilizar as mesmas. Uma vez terminada a cerimônia civil ou religiosa, os pais dos noivos podem remover essas flores e levá-las ao salão. Colocá-los ali, na esquina com vasos que as esperam, é rápido e sutil.

8. Bolo de casamento

A ideia éter um bolo simbólica e simples com a qual você tirar a foto e fazer o primeiro corte. Para servir, os garçons levam-na para a cozinha e lá você pode ter outros bolos caseiros. Claro, isso é fácil, se você tem na família alguém disposto a preparar um dia antes.

  • A mesa de doce também é uma forma de complementar o bolo com diferentes variedades que podem ser preparados em casa com a ajuda. Não é necessário gastar o dobro ou mais contratação de fornecedores.

9. As alianças

Os anéis de casamento tradicionais eram de ouro, e, quanto mais peso, melhor. No entanto, este costume foi mudado com o passar dos anos. Há no mercado belas alianças, feitas em outros materiais como a prata, que permitem economizar no casamento muito dinheiro.

Leia também:  10 hábitos que causam dor nas costas

10. O carro

Alugar uma limusine ou um carro especial para transportar a noiva até o local é um detalhe possível evitar. Há sempre um amigo ou um familiar que preste o seu carro para a ocasião. O único gasto será enfeitar o mesmo com um grande buquê, fitas e resolvido o assunto.

Quanto dinheiro eles acham que podem salvar o casamento se seguirem essas dicas? De seguro, é muito mais, e sem deixar de fora nenhum detalhe.

4 dicas para poupar dinheiro a cada mês

Deixe uma resposta