Doenças Saúde

10 dicas para combater a obesidade infantil

A obesidade infantil é uma patologia grave que pode afetar a qualidade de vida dos menores, uma vez que favorece o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes e problemas de auto-estima. Ocorre quando o peso da criança ultrapassa o normal para sua idade e altura.

Pode-Se originar por predisposição genética, mas também ocorre pelas más condutas de alimentação. Se bem que há vários fatores associados ao seu desenvolvimento, seus principais desencadeadores são uma dieta pobre em nutrientes e um estilo de vida sedentário.

Ora, há que considerar que nem todas as crianças que olham com quilos a mais têm excesso de peso ou obesidade. Devido a isso, é importante informar-se a respeito e pedir ajuda profissional. Então compartilhe com os seus sintomas e algumas estratégias para combatê-la.

Sintomas da obesidade infantil

Um peso acima do normal é o sinal principal da obesidade infantil. Pode-Se notar a olho nu, um acúmulo anormal de gordura e pouco rendimento físico. Além disso, devido aos efeitos que causam sobre a saúde, a criança também pode experimentar:

  • Colesterol alto (hipercolesterolemia)
  • Hipertensão arterial
  • Baixa adaptação ao exercício físico
  • Tendência a sofrer de asma ou dificuldades respiratórias
  • Problemas psicológicos, como isolamento social, depressão e baixa auto-estima
  • Dificuldade para dormir devido ao ronco
  • Baixo rendimento escolar
  • Problemas ósseos e articulares
  • Síndrome metabólica e diabetes
Leia também:  10 coisas que têm em comum os casais duradouros

Causas da obesidade infantil

Quando um dos pais tem obesidade, aumenta o risco de obesidade infantil. Também é mais frequente entre as crianças que fazem pouca atividade física e manter uma dieta rica em calorias e pobre em nutrientes. Os fatores relacionados são:

  • Consumo excessivo de salgadinhos, doces e bebidas açucaradas
  • Falta de jogo e exercício físico
  • A família com excesso de peso
  • Ambientes de estresse familiar, parental ou escolar
  • Problemas sociais e econômicos que dificultam manter uma nutrição de qualidade

Dicas para enfrentar e prevenir a obesidade infantil

Para lutar contra a obesidade infantil é necessário que os pais se envolvam mais de 100%. Não só devem incentivar a criança a adotar um melhor estilo de vida, mas que têm a responsabilidade de garantir uma melhor alimentação. O que se deve ter em conta?

1. Amamentar

Alimentar o bebê com leite materno nos primeiros seis meses de vida é determinante para reduzir o risco de obesidade infantil. O alimento materno contém nutrientes fundamentais para o seu desenvolvimento e, de fato, você pode complementar sua nutrição no primeiro ano.

2. Aumentar as frutas e legumes

Uma vez que a criança comece a ter uma alimentação normal, o melhor é dar-lhe a abundância de frutos e vegetais, já que estes alimentos são mais baixos em calorias. Além disso, contêm nutrientes que ajudam a melhorar o metabolismo para um ótimo gasto energético.

3. Escolha cereais integrais em vez de refinados

Os cereais refinados foram submetidos a processos químicos que alteram a sua qualidade nutricional. Por isso, para evitar a obesidade infantil, o melhor é optar pelas versões integrais. Entre os mais recomendados encontramos:

  • Aveia
  • Trigo integral
  • Centeio
  • Flocos de milho

4. Evitar os embutidos

Preparar os sanduíches com carnes embutidas não é uma boa ideia quando o pequeno tem excesso de peso ou sinais de obesidade.

Leia também:  Vaginite - Sintomas e causas

Não podemos ignorar que este tipo de alimentos pré-fabricados estão cheios de gorduras trans. Também incluem aditivos químicos e farinhas refinadas que afetam a saúde metabólica.

5. Controlar o consumo de guloseimas

As guloseimas e todas as fontes de açúcares refinados, incluindo os refrigerantes são prejudiciais para a saúde dos menores. Dado que são viciantes, influenciam o desenvolvimento de diabetes, excesso de peso e uma outra variedade de desordens que impedem a sua nutrição.

6. Dar-lhes um pequeno-almoço completo

O pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia, porque contém os nutrientes e a energia necessária para enfrentar o dia. Devido a isso, um café da manhã completo e balanceado melhora o desempenho de crianças. Além disso, ajuda a controlar a ansiedade.

7. Incluir peixe na dieta

Há muitas preparações com peixes que são atraentes para as crianças. Este alimento, que traz doses importantes de ômega 3 e proteínas, é ideal para combater a obesidade.

Além disso, melhora a saúde cardiovascular e ajuda a fortalecer suas habilidades cerebrais.

8. Incentivar o esporte

O uso constante de aparelhos eletrônicos tem reduzido os jogos ao ar livre para as crianças. Por isso, um dos desafios que têm os pais modernos é fomentar a prática de atividades esportivas. Todo tipo de exercício físico ajuda a prevenir a obesidade.

9. Priorizar o consumo de água

A partir de idades muito precoces é fundamental ensinar a importância de se consumir água ao longo do dia. Este líquido previne a desidratação, apoia o processo digestivo e é a chave para manter um peso saudável.

10. Usar métodos de cozimento mais saudáveis

A preparação das refeições também é importante para tomar cuidado com o peso de toda a família. Portanto, em vez de fazer frituras e refogados, o melhor é usar métodos alternativos, como o vapor, assado ou cozido em água.

Leia também:  10 Alimentos Proibidos Para Diabéticos

Em resumo, para lutar contra a obesidade infantil é essencial ensinar bons hábitos alimentares para as crianças e, claro, incentivar o esporte. Se eles aprendem a ter um bom estilo de vida a partir de idades curtas, é menos provável que tenha problemas de peso para o futuro.

Como evitar ou tratar a obesidade infantil

 

Deixe uma resposta