Saúde

10 dicas para desintoxicar o sistema linfático

Há aqueles que consideram que é aconselhável pôr em prática certas medidas para desintoxicar o sistema linfático e, assim, reduzir o risco de doenças.

A necessidade de “desintoxicar” vem da ideia de que o estresse e a má alimentação podem fazer com que se acumulem resíduos no organismo, e mais especificamente no sistema linfático. Quando isso ocorre, não só é possível que se sinta mais cansado, muitas vezes, mas mais vulnerável em geral.

Você estaria interessado em saber como desintoxicar o sistema linfático e melhorar a sua saúde?Abaixo explicarei o que você pode fazer no dia a dia.

O que é o sistema linfático?

De acordo com especialistas do Last.fm, pode-se definir o sistema linfático da seguinte forma:

A linfa é um líquido composto por glóbulos brancos e quilo (outro líquido que contém gorduras e proteínas, que vem dos intestinos).

Chaves para desintoxicar o sistema linfático

Se bem é verdade que através da prática de bons hábitos de vida pode contribuir significativamente para a saúde de todo o organismo, acredita-se que, pondo em prática certas medidas em concreto é possível desintoxicar o sistema linfático de forma natural.

Vejamos a seguir quais são essas medidas.

1. Gerir o stress e as suas emoções de forma saudável

Poderíamos dizer que o estresse é um mal moderno que nos doentes a cada dia mais. A importância de pôr em prática medidas e gerir estas situações, é vital. O estresse libera substâncias, como o hormônio cortisol ou as catecolaminas; ambas obrigam o organismo a reagir, a “estar alerta”.

Leia também:  Depressão - Fuja Dela este Ano com sucesso.

Então,aumentam a pressão sanguínea e os batimentos. Além disso, no que diz respeito ao sistema imunitário, —do qual faz parte o sistema linfático—, o que acontece é que se acumulam os glóbulos brancos em determinadas estruturas do sistema nervoso com a ideia de “defender” diante dessa situação de perigo.

No entanto, se o estresse se torna crônico, se perdem glóbulos brancos de forma progressiva. São muitos dias trabalhando para defender o corpo, por isso o nível de imunidade baixa e temos mais risco de adoecer.

2. Caminha todos os dias

 

Os exercícios aeróbicos, como caminhar, pedalar, dançar ou nadar são muito benéficos para manter uma boa circulação e, ao mesmo tempo, desintoxicar o sistema linfático.

Fazer exercício diariamente é altamente recomendável porque favorece vários processos do organismo e ajuda-nos a gozar de bem-estar.

3. Não às bebidas industriais

Todas as bebidas industriais (incluindo as que têm no rótulo o termo light ou a frase “zero açúcar”) não são recomendadas para a dieta. Muito menos quando consumidos com regularidade.

Assim, para cuidar da saúde em geral e desintoxicar o sistema linfático, o mais recomendável é que se realize o sonho não deste tipo de bebidas e, em lugar disso, se consuma a água e bebidas naturais, sem adição de açúcar ou adoçantes adicionados. Algumas opções recomendadas são as infusões, sumos e sucos de frutas.

4. Come mais fruta

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda consumir várias peças de fruta por dia para complementar a dieta e gozar de boa saúde. Esta medida também é apoiada por especialistas em saúde e nutrição.

Descubra: Por que é importante comer frutas e legumes de acordo com a OMS?

5. Sim, vegetais e legumes

Os legumes são alimentos que não só complementam a dieta, contribuindo com fibra e contribuindo com a sensação de saciedade no momento de comer. Também fornecem todo o tipo de nutrientes essenciais para a saúde de todo o organismo.

Leia também:  10 benefícios das castanhas na nossa alimentação

Consumir regularmente alimentos frescos, como as leguminosas, frutas, legumes e produtos hortícolas, é mais que recomendável.

porção de espinafre para limpar as artérias

6. Não adicione açúcar aos seus bebidas e refeições

Na hora de desfrutar de uma xícara de café, chá ou qualquer outra bebida, é aconselhável evitar adicionar açúcar e adoçantes, já que estes promovem o aparecimento de doenças como a obesidade e o excesso de peso.

7. Come frutos secos

Outro tipo de alimentos recomendado para complementar a dieta são os frutos secos. Além de fornecer vários nutrientes, também fornecem gorduras saudáveis, que ajudam a obter energia.

Diariamente, a hora de almoçar ou lanchar a meio da manhã, há aqueles que escolhem tomar 1 das seguintes opções:

  • Entre 3 e 5 nozes.
  • De 8 a 10 amêndoas.
  • 15 gramas de sementes de girassol (sem sal).
  • Entre 15 e 20 pistache.
  • 15 gramas de sementes de abóbora.
  • De 8 a 10 avelãs.
  • 15 gramas de sementes de linho.

8. Escolha uma infusão natural

 

De acordo com crenças, alguns chás de ervas podem ajudar a desintoxicar o sistema linfático. Estas podem consumir uma vez ao dia, a título de complemento para a dieta.

Algumas das opções mais populares são: a infusão de urtiga, o dente-de-leão e rabo de cavalo.

8. Faça drenagem linfática

A drenagem linfática manual  é uma técnica de massoterapia que pode estimular a drenagem natural da linfa e, assim, promover a “ativação do funcionamento do sistema linfático superficial para melhorar a eliminação de líquido intersticial e das moléculas de grande tamanho e facilitar o seu escoamento”.

10. Tome um banho relaxante

Uma vez por semana, pode ser benéfico tomar um banho relaxante. Para isso, não há falta mais do que encher a banheira com água morna, adicionar algumas gotas de óleo essencial de lavanda e mergulhar um pouco ali.

Leia também:  10 alimentos que você deve consumir

Descubra Dicas para dar massagens relaxantes

Nota final

Com todas estas dicas para desintoxicar o sistema linfático, poderá desfrutar de saúde e bem-estar, mas lembre-se que, a par disso, deverá seguir sempre as indicações do seu médico.

O sistema linfático

Deixe uma resposta