Saúde Beleza

10 dicas para evitar irritações após a depilação genital

Há medidas simples que podem ajudar a evitar irritações após a depilação genital. Embora alguns métodos são menos agressivos do que outros, em geral costumam ter reações indesejáveis devido à sensibilidade que caracteriza esta zona do corpo.

Apesar de que muitos estão subtraindo importância para a remoção do cabelo, a maioria ainda prefere removê-lo, por questão de conforto e estética. No entanto, independentemente do produto ou técnica utilizada, se produzem alergias e pequenos cortes que são bastante irritantes.

Por sorte, considerando certos cuidados antes e depois de levá-lo a cabo, podem minimizar esses sintomas, para que não sejam um problema. Em seguida queremos compartilhar em detalhes 10 bons conselhos para que os ter em conta na próxima vez que se depiles. Aponta!

Para evitar irritações após a depilação genital se podem colocar em prática algumas dicas básicas que protegem a pele. Dado que as reações variam de acordo com o método escolhido e nível de sensibilidade, é melhor tomar algumas precauções para reduzi-las.

1. Evitar a depilação total

Depilação.

Embora a depilação total da área íntima, oferece segurança e conforto, não é aconselhável do ponto de vista de saúde. Os pelos pubianos, é uma barreira protetora contra os agentes produzem doenças de transmissão sexual, infecções e outras doenças.

Leia também:  9 alimentos que soltam o intestino de uma vez por todas

Por outro lado, eliminar por completo os pelos aumenta o risco de foliculite. Esta última se caracteriza por inflamação e infecção dos folículos pilosos, originando pequenas protuberâncias e áreas coradas.

2. Escolher um método de depilação adequado

O uso de máquinas de barbear é uma das principais causas de reações alérgicas após depilar. Por isso, para não sofrer estas dificuldades, é conveniente escolher um método alternativo para retirar os pelos. A depilação com creme depilatório é rápida e indolor. No entanto, se quiser que seja mais duradoura, opta pela depilação com cera ou a laser.

3. Usar um esfoliante

Esfoliante cítrico de açúcar mascavo e limão.

A aplicação de produtos esfoliantes antes de usar qualquer técnica de depilação pode diminuir de forma significativa a irritação. Este simples tratamento que prepara a pele para a extração dos pelos e ajuda para que se mantenha macia e hidratada.

4. Aplicar uma boa técnica de depilação

Manter uma boa técnica de depilação é não raspar contra a direção do crescimento do pelo. Além disso, implica a começar primeiro com a área do biquíni antes de passar por outras zonas menos sensíveis, como as coxas e a parte baixa das pernas.

5. Usar gel ou creme hidratante

Como raspar ao natural.

Por nenhum motivo se deve realizar um barbear apurado em seco. Se o objetivo é evitar irritações após a depilação genital, é essencial adquirir um gel ou creme hidratante para a área íntima.Estes produtos têm o objetivo de “amaciar” e proteger a pele, para que não se gerem sintomas de alergia ao retirar os pelos.

6. Aplicar calor

Para facilitar o processo de extração do pelo genital podem tomar duches com água quente ou aplicar compressas por uns 3 ou 5 minutos. O calor dilata os poros e permite que os pelitos saiam sem tanta dificuldade. Além disso, evita danos na pele sensível e diminui a sensação de dor.

Leia também:  7 alimentos ricos em ferro (o 5 é surpreendente)

7. Cortar os pelos com tesoura

Para prevenir as agressões sobre a pele ao aplicar um método de depilação é conveniente cortar os pelos longos com uma tesoura. Com esta medida reduz a dor ao retirar os pelos e, de passagem, gera menos irritação e vermelhidão pós depilação.

8. Usar gel de aloe vera

 

Por suas propriedades anti-inflamatórias e desinfetantes, o aloe vera é um excelente aliado para evitar irritações após a depilação genital. Sua aplicação direta sobre a área sensível controla a comichão e vermelhidão. Por outro lado, ajuda a curar cortes e prevenir possíveis infecções.

9. Aplicar loção desinfetante

Para prevenir o aparecimento de borbulhas e pelos congelados podem usar loções desinfectantes depois do barbear apurado. Esses produtos contêm compostos, o que elimina os germes da superfície cutânea,uma vez que controlam a inflamação.

10. Não fazer a barba antes da menstruação

A pele é muito mais sensível nos dias anteriores à menstruação. Portanto, para não sofrer inflamação e vermelhidão após a depilação, o melhor é fazê-lo com pelo menos uma semana de antecedência.

Em conclusão, com esses cuidados básicos, você pode diminuir a irritação da pele e dor que ocorre por a depilação íntima. Não se esqueça de que se trata de uma área sensível, susceptível a infecções. Por isso, se notar uma irritação prolongada ou qualquer irregularidade, consulta ao médico.

3 dicas para uma depilação íntima que estimula a seu parceiro

Deixe uma resposta