Saúde

10 exercícios para ajudar a criança a andar

Por volta dos 11 a 12 meses, seu bebê, você vai caminhar por si só. Mas é normal que o alcance desse marco de desenvolvimento entre os 9 e os 15 meses. De modo que não devemos nos preocupar se um bebê há mais de um ano e ainda não anda. Mas podemos fazer alguns exercícios ou jogos para ajudar a criança a andar.

Caminhar virá pouco a pouco. Seu bebê dará sinais de que está preparado para caminhar. Não para de se mover. Procura sustentar-se em móveis, cadeiras, caixas ou em tudo o que possa servir-lhe de apoio e estar de pé por mais tempo. E gosta do que os grandes ajudá-lo a manter-se de pé! Com a criança começa a andar, inicia-se nova etapa de aprendizagem e de jogos. De seguro terminará irremediavelmente exausto. Te tocará ir atrás de seu bebê em seus passeios. Mas também estará em festa de compartilhar novas aventuras com o seu pequeno.

Para incentivar os seus primeiros passos!

Caminhar nem sempre é um processo fácil de alcançar para o seu pequeno. É um feito extraordinário no desenvolvimento da motricidade grossa da criança. Certamente, mais cedo ou mais tarde será seu companheiro em suas caminhadas. Para ajudar a criança a andar, deve fortalecer os músculos de suas pequenas pernas. Faça uma prática diária, mas deixe que se divirta. O jogo é a melhor ferramenta de aprendizado, enquanto você evita desconforto muscular quando já comece a andar.

Leia também:  Câncer de mama recorrente - Sintomas e causas

1. Pedalar

Jogue a pedalar. Após a hora do banho, ou quando lhe cambes a fralda toma as suas pernas e faça o movimento como se estivesse pedalando uma bicicleta. Flexiona as pernas e leva-as para o abdômen. Deixa que as estique-a com força.

2. Anime-a a engatinhar

Coloque a criança de bruços sobre um cobertor no chão e atrai a sua atenção com um brinquedo muito atraente. Tentará reptar, assim, que apoia as palmas das mãos, nas plantas dos seus pés para que você possa usá-los e tomar impulso. Depois, pouco a pouco, vai começar a engatinhar.

3. Se divertir na hora do banho!

O espirro é um exercício extraordinário para o seu bebê, embora não goste muito como fica o banho depois. Evita roubar a emoção de um momento divertido e útil para o fortalecimento de suas pernas. Mais do que um exercício, é um jogo muito divertido.

4. De pé

Incentive a que se ponha de pé. Pouco a pouco a sua necessidade de explorar e sua curiosidade o obrigam a ficar de pé. Ajude-o a se levantar com a ajuda das grades do berço, coloque brinquedos ou objetos que possam chamar a atenção para que se arrisque a ficar.

5. Com um único dedo

Quando seu bebê começa a dar os seus primeiros passos, ofereça a tomar um de seus dedos, para que se mantenha o equilíbrio quando este está parado. Pouco a pouco dará passos e terá seu apoio para evitar acidentes.

6. Agarrar

Outro jogo para ajudar a criança a andar é procurar uma cadeira pequena e mantê-lo de pé ao lado da mesma, segurando um objeto que lhe causa impressão. Usará a cadeira como apoio para ficar de pé e atingi-lo.

7. Descalço

Para ajudar a criança a andar, um grande exercício, embora não pareça, é deixar o bebê descalço pela casa. Isto lhe permitirá melhorar o seu equilíbrio, a sua aderência ao solo, a sua percepção do ambiente e sua relação com o mesmo.

Leia também:  Bolsas sob os olhos - Sintomas e causas

8. Esticado sobre as suas pernas

Quando já tenha força em suas pernas jogue com seu bebê para colocá-lo sobre suas pernas para que as estique e procure manter-se de pé. Você também pode criar suas mãos para que as use de apoio e possa levantar-se.

9. Com um apoio

Você pode procurar um dispositivo para ajudar a criança a andar, como um andador, um carrinho de brinquedo ou uma cadeira de bonecos que tenha rodas. Como os bebês gostam de empurrar objetos, se sentirá mais seguro e confiante para dar alguns passos, segurando deste novo brinquedo.

10. Aproxime-se

Quando a sua criança possa se manter em pé, você pode pegar suas mãos e ajudá-lo a dar seus primeiros passos, pouco a pouco. Quando aperto de confiança pode reduzir alguns passos e você pode animá-lo para que de seus primeiros passos aproximando-se de ti.

Recomendações finais para ajudar a criança a andar

As quedas são inevitáveis. Quando você cair, evita sobressaltar de mais. Sua reação o assusta mais do que qualquer possível golpe. O medo, o medo e a insegurança também se aprendem. Uma queda pode causar um retrocesso no processo de caminhar. Por esta razão, é importante proporcionar um ambiente protegido e seguro, para ajudar a criança a andar. Não deve ter objetos perigosos, nem cantos pontiagudos sem proteção. Além disso, a área deve estar livre de riscos como as tomadas de eletricidade ou fios soltos.

Quando é que há com que se preocupar? Quando uma criança não conseguiu caminhar após os 18 meses, você deve consultar com o pediatra, que dará a orientação adequada para descartar algum problema maior.

Deixe uma resposta