Mostrando 84 Resultado(s)
Bem estar Dieta Saúde

10 infusões para eliminar toxinas

O estresse, maus hábitos de sono, uma alimentação baseada em multiprocessados… São muitos os fatores que dificultam a liberação de toxinas. Mas, o que são as toxinas e como podemos eliminá-los? Neste artigo explicamos, siga lendo!

O que são as toxinas?

Existem dois tipos. Em primeiro lugar, as exógenas entram no nosso corpo através da respiração, através da pele e por via digestiva. As toxinas endógenas, por outro lado, são produzidas pelo organismo, devido a bactérias intestinais, radicais livres, parasitas, ou também por stress e a ansiedade.

A poluição favorece a entrada de toxinas exógenas ao nosso organismo

Como eliminar as toxinas de forma natural?

O organismo funciona para livrar-se das toxinas. O fígado processa essas substâncias tóxicas e, através do sangue, envia-as para os rins para que sejam eliminadas por meio da urina ou através da bile para o intestino para que as perseguido em forma de fezes.

Isto explica que é necessário eliminar as toxinas para contar com boa saúde. Mas este mecanismo natural, em alguns casos, não é suficiente. O resultado de um excesso de toxinas pode resultar em um aumento significativo de cansaço, estresse e alergias.

Felizmente, existem muitas plantas que se ajudam no processo de eliminação, e é que, em definitiva, a nutrição é uma excelente destoxificante. Abaixo mostraremos algumas delas, e a sua preparação:

1. Visco

O visco é uma planta de purificação, que elimina as toxinas e aumenta a produção de urina. Para realizar esta infusão você terá que ferver um litro de água. Coloque duas folhas secas e depois de ferver passe pelo coador e deixe descansar para tomá-lo. Se você sabe muito amargo pode adoça-lo com um pouco de mel.

O visco, ajuda na eliminação de toxinas

2. Alcachofra

A alcachofra favorece a eliminação renal e a função digestiva. É uma das melhores plantas para ajudar o processo de depuração, o que também é recomendada nos casos de excesso de peso. Para os diabéticos recomenda-se também a esta planta, uma vez que contém inulina, em vez de fécula de batata. Também serve como hipoglicemiante, diminuindo o excesso de açúcar no sangue.

Para a sua preparação, despeje em um recipiente 3 folhas junto a um copo de água, ferver durante alguns minutos, retire as folhas e passe a bebida por uma peneira, deixe esfriar um pouco e toma-a. Faça isso todos os dias para que seu corpo se beneficiar com as propriedades desta planta.

3. Chá verde

As propriedades do chá verde são infinitas, mas a principal é a sua ação diurética e a sua eficácia, graças aos flavonoides ou catequinas, na redução dos níveis de colesterol, de acordo com um estudo publicado em 2011 pela revista American Journal of Clinical Nutrition.

Coloque 3 folhas em um copo de água fervida, deixe descansar e tomá-lo.

4. Mirtilo

Embora não se trate de uma planta, a infusão de boldo é realmente eficaz, pois ajuda a combater a retenção de líquidos. Recomenda-Se seu consumo para pessoas que sofrem de infecções urinárias , como cistite.

suco de mirtilo

5. Toranja

Embora não se trate propriamente de uma planta, sem dúvida alguma sua infusão é ideal para estimular a digestão e diminuir o apetite, por isso é usada para baixar de peso. Adiciona alguns gomos de toranja e mergulhe em água, tire-os e bebe a infusão.

6. Tomilho

O tomilho-se ajuda a limpar o organismo e para a melhoria do sistema digestivo. Além disso, se você sofre de dores menstruais também é um grande aliado para lutar contra eles. Também é usado como anti-celulite e para combater o excesso de peso.

Pegue uma colher de sopa da planta seca e mergulhe em água fervente. Deixa-se repousar e beba!

7. Erva-doce

O funcho é especial para limpar os rins por ser uma planta excelente diurético. Ferve em água caules e folhas, passa pelo coador e consome.

8. Dente-de-leão

O dente-de-leão ajuda a purificar o fígado e a acelerar o sistema digestivo. Adicione uma colher de chá de dente-de-leão em uma xícara de água fervente, deixe descansar e antes de tomá-lo passar por peneira

9. Salsinha

Além de regular a hipertensão arterial, relaxa o sistema digestivo. Em um litro de água, coloque duas colheres de sopa de folhas e deixe-o ferver por cerca de cinco minutos. Tire as plantas com um coador e bebe constantemente durante o dia.

10. Aipo

Graças às suas propriedades depurativas, o aipo é aliado de eliminação de impurezas e toxinas. Igualmente, serve para perder peso e limpar o fígado. Prepare uma infusão com os frutos ferver alguns em um litro de água, leve-o constantemente durante o dia.

E lembre-se…

  1. A maioria destas plantas pode encontrar no supermercado ou à base de plantas
  2. É fundamental que andes estas infusões com uma dieta equilibrada
  3. Se você está grávida, é melhor que não consumas estas bebidas ou, em caso de dúvida, consultar o médico
  4. Não abuses, já que podem ter efeitos laxantes
Beleza Dieta Emagrecimento Saúde

10 frutas e legumes para tratar retenção de líquidos

Manter uma boa alimentação diária é fundamental, por muitas razões. Uma delas, é que ajuda a prevenir problemas de saúde, como a retenção de líquidos.

Existem várias frutas e vegetais são compostas por um alto teor de água e fibras, que são excelentes aliadas para eliminar os líquidos retidos de forma natural através da urina.

Frutas e legumes: alimentos diuréticos

Inchaço gerada por retenção de líquidos

O melhor diurético que existe, sem dúvidas, é a água. De certeza deve ter lido ou ouvido mais de uma vez que é fundamental consumir uma quantidade suficiente de água por dia. Não necessariamente dois litros, mas sim mais de dois copos por dia. Julho Basulto, especialista em dieta e nutrição, ele diz que é aconselhável beber em função da sede, mesmo no verão.

No entanto, devemos ter em conta que os alimentos também ajudam a água. Esta vem a ser uma das razões por que se recomenda consumir várias peças de fruta por dia, por exemplo. As frutas, além de fornecer vários nutrientes ao organismo, permitindo a obtenção de água.

Muitas verduras e frutas são incluídos na lista dos alimentos diuréticos, dado que contêm uma grande quantidade de água. Ao consumi-las, promove-se a produção de urina e, por conseguinte, se estimula a diurese.

A par disso, o consumo desses alimentos suporta a função renal, pelo que são muito benéficas no domínio da saúde.

1. Abacaxi

Abacaxi é uma fruta deliciosa, com um alto teor de água. De acordo com dados da Fundação Espanhola de Nutrição, contém iodo, vitamina C, ácidos orgânicos e bromelaína, uma enzima que ajuda na digestão.

2. Tomate

O tomate é uma fruta rica em água, que também contém proteínas, carotenoides e vitamina C. Por isso, considera-se que pode ser uma boa opção para promover a eliminação de líquidos retidos.

3. Melancia

A melancia é a fruta com maior quantidade de água (95 % do seu peso). De acordo com dados da FEN, “não se possa destacar nenhum nutriente como “fonte” ou “alto teor”, pode-se destacar um aporte de potássio e vitamina A, que contribui para o total da dieta”.

Nada mais refrescante que uma fatia desta fruta em uma tarde de verão, mas também podemos consumi-la de outras formas.

4. Espinafre

Espinafre são alimentos que contêm proteínas, fibras, ferro, potássio, folatos, vitamina C, A, e e b-caroteno. Por isso, não só contribuem para a saúde cardiovascular, mas que podem ajudar a promover o trânsito intestinal e diurese.

Podemos comê-las cruas em saladas, mas também podemos adicioná-la a vários batidos de leite e batidos.O importante é incluí-las sempre dentro de uma dieta equilibrada.

5. Melão

melon

O melão é outra fruta que é composta por um elevado conteúdo de água. De acordo com dados da FEN, contém potássio, vitamina C e folatos. Por isso, é um alimento recomendado quando sofremos de edema ou retenção de líquidos.

6. Alcachofra

A alcachofra é um alimento que contém proteínas, fibras, fósforo, potássio, esteróis e cinarina. Por isso, também é uma opção recomendável em caso de sofrer retenção de líquidos. Mas também pode ser consumido como parte da dieta para o modo de prevenção.

7. Maçã

A maçã é uma fruta que contém um alto teor de fibra dietética e, em certa medida, potássio e vitamina C, além de flavonoides, pro cianidinas e ácidos orgânicos. O seu consumo regular, ao natural, pode favorecer o trânsito intestinal e a expulsão de líquidos retidos.

8. Abacate

O abacate é um alimento muito conhecido por ser uma das melhores fontes de gordura saudável que existem. Além disso, os especialistas da FEN apontam que contém ácidos gordos monoinsaturados, ácidos gordos insaturados, potássio e vitaminas C, e e B6.

9. Toranja

Na verdade, todos os quais têm uma boa quantidade de água e podem nos ajudar a expulsar os líquidos retidos no caso de padecer de edemas. Além disso, são ricos em vitamina C, cujo défice pode ser a causa da retenção em alguns casos.

Junto a toranja, aconselhamos a comer laranjas e tangerinas em qualquer momento do dia, mas principalmente no café da manhã para oferecer ao corpo muitos nutrientes desde a primeira hora.

10. Pera

Assim como a maçã, a pera é rica em fibras e água, e pode dar certo aporte de potássio e vitamina C, que contribuem para o total da dieta.

Outras opções

Outras frutas e legumes que também são ricas em água e fibras são: mamão, os aspargos, a banana, a salsa, a uva preta e o aipo.

Se quiser combater a retenção de líquidos,o mais aconselhável é que você siga as indicações de seu médico e manter uma dieta saudável e equilibrada que inclua algumas dessas frutas que te temos comentado.

Pois você vai ver como, pouco a pouco, você começa a eliminar líquidos de forma natural já se sentir melhor.

Beleza Dieta Emagrecimento Saúde

10 estratégias para queimar gorduras

Sabemos, queimar gorduras, não é fácil. Estamos acostumadas a todas essas dietas milagre que nos garantem a perda de peso em pouco tempo. Mas nós garantimos que nós podemos fazê-lo de forma saudável conhecendo estas estratégias. Foram?

gorduras-localizadas-quadril

Queimar gordura não é fácil. De fato, não se trata em absoluto de deixar de comer ou comer menos. É um grande erro.Trata-Se de centrar a nossa vida de outro modo, de um modo mais saudável, onde não falte o exercício e uma alimentação correta. Nunca caia no erro de pular uma refeição, um jantar, ou ainda menos, de um pequeno-almoço. De acordo com vários estudos, isso não é associado, sob nenhum conceito ao emagrecimento.

De fato, a única coisa que conseguimos é chegar com mais fome para a próxima refeição, o nosso metabolismo altera-se e a nossa saúde sofre.

Para queimar gorduras devemos ser responsáveis e evitar a todo o momento, lembrando-se de que não há uma receita mágica, apenas esforço e vontade. Damos, pois, as chaves para que vás conseguindo-o dia-a-dia.

1. Saia a correr ou a andar a passo rápido

Se você não está acostumada a correr,seria indicado que ao menos sair a andar a passo bem rápido. Basta que dedique a este exercício, cerca de 20 minutos por dia. Mas sim, temos que ser constantes. Não devemos fazer caso os mitos que nos asseguram que uma vez que deixemos de lado o esporte, o nosso metabolismo continuará a funcionar da mesma forma que quando nos movemos.

2. Mova-se um pouco mais

É uma questão de ser conscientes das horas em que se vê obrigada a ficar sentada ou inativo. Por isso, tenta sempre que possa sair um pouco de casa: passear com o cachorro, sair para comprar, passear no parque, usar as escadas antes que é um elevador. É, simplesmente, “mudar um pouco o chip”.

3. Cuide de sua ingestão de proteínas

Assim é, comer proteína magra no café da manhã e almoço, por exemplo, vai-nos permitir ter mais energia e, por conseguinte, mais vontade de se mover. Portanto, vale a pena aumentar um pouco o consumo de ovo, peito de frango, peixes azuis ou iogurte grego.

4. A ajuda da canela

Você sabia que a canela ajuda a reduzir o apetite e tem a capacidade de acelerar o metabolismo? Assim é, então vale a pena fazer uma infusão ao dia, ou incluí-lo em seus iogurtes ou em algumas de suas frutas. É deliciosa!

5. Comece o dia com água morna com limão

Ainda não está provado cientificamente, pode começar o dia com um copo de água morna com suco de meio limão .A vitamina C contém muitos benefícios que ajudarão o seu corpo.

6. Aprenda a organizar seu tempo

É uma chave fundamental.O ideal é que possamos distribuir diariamente nossas responsabilidades cuidando de nossos hábitos. Reserve tempo para tomar o pequeno-almoço, cumpre suas ocupações laborais e familiares, mas encontra tempo para correr ou andar, tempo para relaxar, para cozinhar de forma saudável e sadio. Tente sempre comer às mesmas horas e dormir entre 7 e 8 horas diárias.

7. O chá verde

Em primeiro lugar,é rico em antioxidantes, além de ser saudável e saboroso. Por outra parte, os estudos sobre o chá verde não foram conclusivos em sua relação com a perda de peso, mas isso não implica que não seja uma forma saudável de enfrentar o dia.

8. A toranja

Se não o consumimos, começa a colocá-lo em sua lista. Ideal para as suas refeições ou nas tardes tirada em um rico suco natural. Atualmente, no entanto, não existem evidências científicas que avaliam suas supostas capacidades de emagrecimento, mas tem uma importante quantidade de fibra.

9. Os vegetais crus

Legumes

É o melhor para o seu dia-a-dia. Ricas saladas de folhas verdes, tomates frescos, cenouras, aipo, alho-poró…contêm uma grande quantidade de vitaminas e minerais, e costumam fornecer fibra(especialmente as espinafre, alface e as já mencionadas cenouras).

Mas lembre-se, você tenta conseguir legumes orgânicos, e que não contenham pesticidas.

10. Seja constante, motive-se dia-a-dia

Não perca a esperança, nem te venhas para baixo se você vê que passam as semanas e não vê que o seu peso reduzido. Requer tempo, esforço e muito humor. Mas se consegue. Um modo excelente de vê-lo motivada dia-a-dia é seguir essas diretrizes, associado a uma ou várias amigas. Seguir uma dieta adequada, onde se restrinjam as gorduras e, também, os doces, aumentar o consumo de vegetais e sucos frescos, e onde não falte a atividade. Sair a caminhar, nadar, dançar. Não hesite, você pode obtê-lo.

Beleza Dieta Estética Saúde

10 coisas que você deve comer se quiser ganhar massa muscular

Neste artigo, mostraremos quais são os melhores alimentos que você deve comer se quiser ganhar massa muscular e se você está começando a treinar para tonificar e definir o seu corpo.

Além disso, esta informação também será útil para aquelas pessoas que já levam tempo para exercitar-se, mas não conseguiram aumentar a sua massa muscular. Pode ser que isso se deva a que têm evitado a parte mais relevante ao realizar seus treinos: manter uma dieta equilibrada, balanceada e saudável.

Para ganhar massa muscular não se deve deixar de lado a alimentação. Esta é tão importante quanto o treino, já que ambos os elementos se complementam.

O que devo comer para ganhar massa muscular?

Casal de atletas fazendo uma prensa no ginásio

As pessoas que realizam uma atividade física diária devem seguir uma dieta rica em macronutrientes e micronutrientes essenciais para o organismo.

Os principais nutrientes que fornecem grande parte da energia metabólica do nosso corpo são os carboidratos, as proteínas e as gorduras. Servem também para outras funções vitais do organismo.

A energia que trazem os macronutrientes é distribuído da seguinte forma:

  • Hidratos de carbono: 1 grama contém 4 calorias.
  • Proteína: 1 grama equivale a 4 calorias.
  • Gordura: 1 grama tem 9 calorias.

10 alimentos para ganhar massa muscular

1. Carboidratos

Carboidratos.

Os especialistas afirmam que a ingestão calórica diária de hidratos de carbono de um adulto não deve exceder 50%. Por esta razão, recomenda-se consumir as seguintes fontes de hidratos de carbono que são bons para a saúde:

  • Legumes.
  • Frutas.
  • Legumes.
  • Batatas.
  • Cereais e grãos.

Estes alimentos fornecem carboidratos do tipo “complexo”. Ao contrário dos carboidratos “simples”, estes liberam seus açúcares lentamente sem produzir picos de glicose que se acumula em forma de gordura.

2. Produtos integrais

São uma grande fonte de carboidratos complexos e te ajudarão a manter seu apetite saciado durante um período de tempo maior.

  • São fontes ricas em minerais, te darão uma dose maciça de fibra, favorecerão a sua saúde intestinal e regulam os níveis de colesterol.

3. Proteínas

As proteínas são moléculas formadas por aminoácidos essenciais, semi essenciais e não essenciais que nosso corpo não é capaz de criar por si só. Por isso, é imprescindível que não faltem as doses diárias necessárias em suas refeições.

A maior parte da proteína (60%) se acumula na musculatura de seu corpo, assim que você deve ingerir em torno de 1 grama diário deste macronutriente para cada quilo de peso corporal. Os alimentos ricos em proteína são:

  • Lácteos.
  • Carne.
  • Ovos.
  • Legumes.
  • Peixes e frutos do mar.
  • Produtos integrais.
  • Alimentos de soja.

4. Gorduras

As gorduras contêm minerais e vitaminas essenciais para o nosso organismo. Devem representar cerca de 30 ou 35% de sua ingestão calórica diária.

Você pode poderíamos fazer, por exemplo, da seguinte forma: entre 20 ou 25% de não-saturadas (frutos secos, óleos de oliva, linhaça, gérmen de trigo, peixes, abacate) e , no máximo, 10% de saturadas (leite, manteiga, manteiga de coco).

  • Você deve consumir preferencialmente gorduras saudáveis, evitando as gorduras prejudiciais do tipo trans.

5. O ovo é indispensável

O ovo é um dos alimentos mais conhecidos, e que você deve incluir em sua dieta para ganhar massa muscular. Destaca-se pelo seu conteúdo em proteínas e gorduras boas.

Por isso, não é recomendável apenas comer a clara, pois a gema também está cheia de proteínas e vitaminas. Trata-Se de um produto carregado de nutrientes.

6. Peito de frango

Peitos de frango.

Embora as outras partes também são boas, o peito de frango é rica em proteínas, pois por cada 100 gramas pode nos proporcionar até 23 gramas desse macronutriente.

Se digere com muita facilidade, devido a que não traz muitas gorduras, por que você não vai se sentir pesado. Para evitar as calorias extra, procura prepará-lo para o ferro.

7. Atum

O atum também é rico em proteínas, é metabolizado com maior facilidade e é um companheiro ideal para todas aquelas pessoas que ainda não sabem como aumentar sua massa muscular.

  • Também contém elevadas quantidades de ômega 3, o que é benéfico para a saúde cardiovascular.

8. Arroz integral

O arroz integral é muito mais benéfico do que o branco. O primeiro contém uma maior quantidade de vitaminas e fibras, ideais para que este seja o companheiro perfeito em suas refeições.

  • Por cada 100 gramas de arroz integral cozido obtemos cerca de 350 kcal, 7 g de proteínas, 74 g de hidratos, 2 g de fibra e 2 g de gordura.

9. Aveia

Este cereal contém uma grande quantidade de macronutrientes essenciais para o nosso organismo, principalmente para aumentar a massa muscular.

No entanto, se não está acostumado a este alimento é aconselhável introduzir progressivamente em sua dieta. Sua presença pode causar prisão de ventre nos períodos iniciais.

  • Por cada 100 gramas, há 352 kcal, 11 g de proteína, 55 g de carboidratos, 9 g de fibra e 7 g de gordura, aproximadamente. Você pode usá-lo no café da manhã.

10. Frutos secos e frutas

Seja amêndoas, nozes ou qualquer tipo de semente, como linhaça, quinoa, chia ou gergelim. Estes frutos secos fornecem proteínas, gorduras saudáveis e carboidratos de excelente qualidade. Por isso, uma dieta balanceada e equilibrada deve ter, pelo menos, com um desses.

  • Entre as frutas mais recomendadas para uma dieta para ganhar massa muscular encontra-se a banana. Não só proporciona uma boa quantidade de potássio, mas que participa de forma ativa na formação dos músculos e suas respectivas funções.
  • Além disso, favorece o armazenamento de hidratos de carbono que depois serão transformados em energia. Trata-Se de um fruto ideal para o pré e pós-treino.

Por outro lado, se você quer perder peso, a maçã é perfeita, pois proporciona muito poucas calorias. O recomendável é comer entre 2 e 4 frutas diárias.

Esperamos que estas dicas te ajudem a conseguir aumentar a sua massa muscular, tal como desejou há tempo. Lembre-se que a alimentação é uma parte muito importante do treino. Se você se alimentar mal, não conseguirá os resultados que você está procurando.

4 deliciosos pequenos-almoços para aumentar sua massa muscular

Dieta Saúde

10 chaves para emagrecer comendo melhor

Contar calorias para perda de peso é um sistema enganoso, já que não tem em conta todos os fatores que influenciam a perda de peso, a saúde e o equilíbrio de uma pessoa. O melhor é emagrecer e comer melhor.

É muito diferente ingerir 100 calorias de maçã que 100 calorias de um sorvete, já que a maçã também tem fibra que ajuda a eliminar a gordura. Explicamos chaves saudáveis para perder peso sem grandes sacrifícios, e tendo sempre em conta a nossa saúde.

Mastigar bem os alimentos

Mulher comendo uma salada

A digestão começa na boca, já que a saliva contém enzimas que iniciam o processo digestivo. Quanto mais mastiguemos os alimentos, melhor assimilaremos.

Não enchem muito

Outra chave para emagrecer comendo melhor é não comer em excesso. Temos que educar para o nosso estômago, já que este é adaptado para as quantidades que lhe demos habitualmente.

Se temos o costume de comer até enche-nos muito, será algo difícil mudar o hábito. Um truque para não comer de mais é tomar uma infusão digestiva após a refeição.

Não misturar muitos alimentos

Combinar muitos alimentos diferentes em uma mesma refeição, como geralmente acontece em banquetes e celebrações, é uma das coisas que mais causam excesso de peso e, além disso, afetam a nossa saúde.

Embora sempre haverá exceções, tentaremos sempre que possível, que uma refeição que inclua algo vegetal, algo de hidratos de carbono e um pouco de proteína.

Escolher os alimentos integrais

Não nos custa nada opte sempre pelo integral. O paladar também se educa, e é possível que, a longo prazo, mesmo apreciando mais do sabor dos alimentos completos, que não são apenas ricos em fibras e são mais saciantes, mas que também contêm mais vitaminas e minerais.

Não tomar sobremesas após a comida

Outra dica para emagrecer comendo melhor é evitar as sobremesas. Estes, dentro de comida, dificultam a digestão e engordam muito mais do que se os tomamos, por exemplo, a meio da manhã ou a meio da tarde.

Nem a fruta é conveniente, pelo seu conteúdo em açúcar, com exceção da maçã e a pera, que são duas frutas que sim, que podemos combinar uma refeição.

Para emagrecer comendo melhor, cuidado com os jantares

Diz o ditado que devemos tomar o pequeno-almoço como reis, almoçar como príncipes e jantar como pobres. E assim deve ser, já que o ritmo que levamos marca o gasto de energia de que precisamos em cada momento.

Tudo aquilo que comer à noite, geralmente já não gastamos. Por isso, convém jantar leve e precoce, a ser possível, antes das 8 da noite.

O que comer entre as refeições?

Os frutos secos, como lanches para emagrecer comendo melhor

Muitas pessoas têm fome, muitas vezes, já que, certamente, o seu metabolismo é rápido. O que podem comer? Frutas, frutos secos, panquecas de arroz ou de milho, batidos naturais, geleias elaboradas com agar agar, bebidas, vegetais, etc.

Sempre tenha algo preparado

Propomos-lhe ter sempre algo preparado na geladeira ou levar algo na bolsa. Assim, evitar tentar-nos com outro tipo de alimentos menos adequados.

Claro que existem alimentos que nos encantam e são muito saudáveis e leves, como certas frutas. Tentaremos, pois, tê-los sempre à mão. Podemos mesmo nos preparar saladas de frutas ou barrinhas de frutos secos nós mesmas.

Beber muita água

Beber muita água para emagrecer comendo melhor

A água limpa nosso organismo e enche o nosso estômago quando estamos com vontade de comer alguma coisa, mas na realidade não temos fome. Muitas vezes temos sede e o nosso corpo confunde o sinal.

Por isso propomos beber um copo de água sempre que você quiser beliscar algo. Se depois continuamos a ter fome, podemos optar por algo saudável, como mencionado no ponto anterior.

Comer em casa

A última chave para emagrecer comendo melhor é evitar comer fora de casa. Sempre que comer em casa, sabemos o que comemos. Se vamos comer fora ou comprar comida pré-cozida possivelmente estaremos a consumir alimentos pouco saudáveis e com gordura de má qualidade.

Podemos preparar quantidades para vários dias e deixá-las na geladeira ou no congelador, para que se conservem. Cada vez que temos que comer fora, levaremos nossa comida.

Se você seguir estas dicas para emagrecer comendo melhor, não só pode atingir o seu peso ideal, mas que ficará muito mais saudável. Lembre-se combinar uma dieta saudável com exercícios regulares.

5 razões para comer gelatina na dieta

Bem estar Dieta Emagrecimento

10 causas que provocam uma constante sensação de fome

Você tem a constante necessidade de comer ou seu cérebro pensa com muita freqüência em comida? Presta atenção porque essas são as causas que provocam essa incômoda sensação permanente de fome.

É possível que você se surpreenda. Não obstante, o mais importante é que te ajudarão a equilibrar a fome sem sofrimentos.

1. Ter sede

Se você comeu muito pouco tempo atrás e outra vez, você tem fome, é possível que não seja isso. Pense quando foi a última vez que bebeste água. Bebe um copo e espera um pouco. A sensação de fome diminuirá e será que o que procurava era sede.

Acabar com esta sensação será tão simples como te habituar a beber água com regularidade. A melhor opção para acostumar seu corpo a consumir uma grande quantidade de água é para beber de manhã e sempre meia hora antes de cada refeição.

2. Alimentos com calorias vazias

O açúcar provoca mais fome

Não são caprichos extras em que o açúcar é o protagonista, porque você estará tomando bastantes calorias vazias durante o dia. Os lanches doces, até se tomado em pequenas quantidades, apenas acabam excitando nosso apetite sem dar ao corpo alimentos saudáveis e nutritivos.

A chave é tentar reduzir o número de carboidratos rápidos e de açúcares. Devemos apostar tomar alimentos mais saudáveis.

3. Não dormir bem

Não dormir bem fará com que você acorde e que tem necessidade de comer. No entanto, isso não ocorrerá se você dorme de forma profunda durante 7 ou 8 horas.

Da mesma forma, este estudo realizado pela Universidade de Washington, afirma que existe uma correlação entre a insônia e o ganho de peso, embora ainda se desconhece o porquê deste processo.

4. O estresse

O estresse aumenta a sensação de fome

Todos lidamos com dois tipos de comportamentos quando enfrentamos momentos de estresse. As pessoas que não podem comer nada e os que comem mais, justamente por estar angustiado. É o que afirma o estudo realizado pela mesma Universidade do parágrafo anterior.

Se você é dos que comem mais em momentos de estresse e angústia deve ter em conta que o estresse não é uma razão para comer alimentos pouco saudáveis. Será melhor que optes por fazer alguma atividade.

Chame seus amigos, pratique um esporte, ler um livro, etc., Qualquer coisa que possa distrair e não pensar em comida.

5. Snacks e álcool

O álcool engorda e, além disso estimula o apetite. Não tome álcool ou fazê-lo de forma moderada, para evitar a sensação de fome contínua.

Por outro lado, se sair com amigos optar por refeições leves e lanches saudáveis.Você vai notar a diferença.

6. Falta de proteínas

A falta de proteínas da mais fome

É fundamental que, para evitar comer de mais,a de incluir proteínas em sua dieta. Pode ser carne, peixe, ovos, legumes, frutos secos, abacate, sementes, etc.

E é que, além de fornecer energia, se cria uma sensação de saciedade. Não obstante, leva legumes e frutas, além de proteínas.

7. Ausência de gorduras saudáveis

Nem todas as gorduras, os alimentos são iguais. Por exemplo, a comida rápida, os fritos, os alimentos gordurosos, os defumados e a farinha têm gorduras pouco saudáveis. Estas gorduras saturadas sim te fazem engordar.

No entanto, as gorduras saudáveis sim devem estar presentes em sua dieta. Este tipo de gordura são encontradas no azeite de oliva, salmão, nozes e frutas secas, abacate, sementes de girassol.

8. Não seguir um horário em suas refeições

Não seguir um horário em suas refeições causa mais fome

Faça cinco refeições ao dia: café da manhã, almoço, jantar e dois lanches no meio delas. Não perca nenhuma destas. E, se você tiver a opção, faça-as sempre à mesma hora cada uma delas ou com um intervalo de tempo semelhante.

Este estudo realizado pela Universidade da Flórida, afirma que as crianças que almoçam pela manhã tendem a sofrer menor risco de excesso de peso do que os que não.

Da mesma forma, também não é recomendável que você exagerar com as quantidades. Aposta rações durante os intervalos mais ou menos regulares.

9. Não pense o tempo todo em comida

A crescente tendência de olhar para imagens de comida através das redes sociais nos faz pensar sobre ela de forma constante. É algo tentador, mas que pode nos prejudicar.

Nos esteja o tempo todo conectado ao Instagram em busca do que cozinhar esta noite ou na próxima festa. Ao final, o resultado será sua próxima parada no caminho que te comer de novo.

10. Não comas com pressa

Comer devagar é fundamental para podermos nos sentir saciados em seu justo momento. E é que comer rápido faz com que nosso corpo pode não ter tempo de assimilar nada e que depois acabe pedindo mais comida.

Um bom modo de conseguir isso é mastigar mais devagar e partir o alimento em pedaços pequenos. O cérebro precisa de um tempo determinado até que chega o sinal de que já está saciado, assim que você deve deixar esse tempo passar.

Se você comer muito rápido, em menos tempo terás ingerido mais calorias. Além disso, muitas delas talvez nem sequer precisava. Não obstante, seu cérebro ainda não lhe tinha chegado a mensagem de saciedade que tinha que receber e que seu corpo lhe envia.

Como saciar a fome de forma natural?

Dieta Bem estar Saúde

10 alternativas para evitar o sal em sua alimentação

As alternativas para evitar o sal na alimentação têm hoje grande difusão. Normalmente, os médicos e técnicos nutricionistas aconselham seus pacientes a reduzir o consumo de sal.

Seguir este conselho, independente da idade da pessoa, é sensato. De fato, em alguns casos, reduzir ou eliminar o sal adicionado pode chegar a ser imprescindível; em outros, certamente é questão de prevenção.

Sal e as doenças

Os especialistas estão preocupados com os sofrimentos decorrentes do excesso de sal na dieta. Algumas delas são as seguintes:

  • Hipertensão arterial.
  • Retenção de líquidos.
  • Doenças cardíacas.
  • Doenças renais.
  • Câncer de estômago.

As pesquisas da Organização Mundial da Saúde indicam que o ser humano consome o dobro da quantidade de sal que o corpo realmente precisa.

Junk food, os doces, os salgadinhos, os alimentos ultra-processados, incorporam uma quantidade excessiva de sal que prejudica a saúde.

A boa alimentação é uma questão de hábitos e, portanto, é possível alterá-los. Uma forma de evitar o excesso de sal é procurar usar outros ingredientes para tempero, tais como especiarias, ervas. Com elas, será mantido o gosto da comida e reduzirão as chances de sofrer de hipertensão.

Alternativas para evitar o sal

Sal dietética

Vende-Se em naturais e está condicionada em sódio. Uma das mais usadas é o sal de potássio, que é elaborado à base de cloreto de potássio.

O sal vegetal é outra das alternativas para evitar o sal comum. Obtém-Se de alguns vegetais, entre os quais se encontram as alcaparras, a salsa, o alho e as cebolas.

Especiarias e ervas aromáticas

Eles temperam e dão sabor. Se bem que não têm o mesmo gosto que o sal, enriquecem o alimento; podem ser utilizadas nos pratos mais variados. As mais usadas são a pimenta-do-reino, o cominho, estragão, orégano, colorau, o açafrão.

Muitas dessas ervas podem ser cultivadas em casa, em vasos. Deste modo, disporá do produto fresco e natural.

Se bem pode acontecer que, no início, o paladar saudades deles um pouco, depois de um breve tempo para desfrutar do câmbio.

Mostarda

É um excelente potenciador de sabor, mas deve ser usado em grão, já que a que vem cremosa em frascos tem sal adicionado. É especialmente recomendada para temperar carnes brancas e vermelhas.

Limão

suco-de-limão-para-desintoxicar-o-cabelo

O suco de limão é uma opção prática. Em sua justa medida traz um sabor agradável para as refeições e é especialmente sugerido para carnes e saladas.

Além de sabor, possui boas doses de vitaminas, especialmente a vitamina C, muito necessária para o organismo.

Vinagre

A indústria alimentícia tem experimentado com meios ácidos, como alternativa para evitar o sal. O vinagre é um produto que funciona muito bem. Aumentar o uso do vinagre e reduzir o sal em uma salada. Por exemplo, pode ser instalado como uma boa e saudável costume.

Cebola e alho em pó

A cebola e o alho em pó são dois sabores excelentes. Devem ser utilizados com moderação, já que se exagera podem anular o sabor original dos alimentos.

Outros alimentos que partem de forma natural

As anchovas, atum, queijo parmesão são usadas como aromatizantes naturais para evitar o sal comum. O conteúdo em sódio em sua composição é suficiente para fornecer sabor e faz com que seja desnecessária a adição de sal.

Preparações muito saborosos

Incluem-Se neste grupo molhos como o chile ou o México. A potência de seu sabor engana o paladar e não estranha tanto o sal. Na hora de comprá-los é preciso comprovar que não tenham sal adicionado.

Gomasio

Gomasio

Também é chamado de “sal de gergelim”. É um alimento de origem japonesa, o que não elimina completamente o uso de sal, mas a reduz. Além do sabor, o gomasio fornece ao organismo proteínas, ácidos gordos essenciais, vitaminas e cálcio.

É de fácil preparação, já que requer apenas dourar em uma frigideira semente de gergelim ou de chia (7 colheres de chá) e o sal (1 colher de chá).

Molho de soja

É reduzido em sódio, mas tem um sabor intenso. Torna-Se uma alternativa interessante para evitar o sal. Só é necessária uma pequena quantidade para dar sabor a um prato.

Os hábitos alimentares saudáveis são fundamentais na hora de prevenir ou curar doenças. Reduzir ou eliminar o consumo de sal é um dos mais recomendados.

Dieta Emagrecimento

10 alimentos saciantes para perder peso com saúde

Todos nós sabemos que perder peso não é exatamente fácil. As dietas milagre não existem e sempre é necessário algum esforço da nossa parte. É essencial que continuemos a uma nutrição adequada, com a qual emagrecer, sempre com saúde, e uma maneira de conseguir isso é a consumir também alimentos saciantes.

Em muitas ocasiões, quando queremos perder alguns quilos passamos fome. Tentamos comer menos para restringir a quantidade de calorias, mas um modo eficaz de evitá-lo é recorrendo precisamente a esses alimentos que nos deixam saciadas. Hoje, nós convidamos você a descobrir os 10 alimentos saciantes mais importantes.

1. A aveia

As aveias o melhor alimento com o qual começar o dia. É um dos cereais mais saudáveis para ir perdendo peso com equilíbrio e do melhor modo possível.

  • É uma fonte natural de fibra.
  • Nos dá uma sensação de saciedade muito satisfatória, que evita, por exemplo, que você tem que beliscar entre as refeições.
  • A aveia é rica em minerais e vitaminas do complexo B.
  • Combate o mau colesterol, cuida do nosso coração e controla o nível de glicose no sangue. Fantástico, não é verdade?

A aveia será sua aliada perfeita para perder peso, então lembre-se incluí-las sempre em seus pequenos-almoços.

2. A maçã verde

licuado_manzana_verde

Já te temos dito em alguma ocasião das grandes propriedades da maçã verde ou Granny Smith para ir perdendo quilos. Seu principal benefício é que regula o nível de açúcar no sangue e ativa o nosso metabolismo. É importante que as consumas com a pele, uma vez que é precisamente a pectina presente na parte da maçã , onde estão seus melhores propriedades.

Você pode pegar uma maçã verde cada vez que você entre com fome. Você vai chegar na hora do almoço ou para o jantar sem ter que cortar outras coisas que te fariam engordar. E além disso, são deliciosos!

3. Abacaxi

salada-acelga-pina

O abacaxi é a aliada perfeita para nos ajudar a perder peso. Um dos melhores alimentos que você pode tomar em qualquer momento do dia. Um suco em seu café da manhã,uma salada com espinafre e nozes em seu almoço ou um filé de frango ao forno com ananás para o jantar.

O abacaxi é rico em vitaminas e, acima de tudo, em bromelaína, essa enzima com ação anti-inflamatória, que ajuda a depurar e a combater a retenção de líquidos.

4. O salmão

Salmão

Sabemos que o salmão costuma ter um preço um pouco elevado, mas garantimos quevale a pena incluí-lo em nossa dieta. Te explicamos o porquê:

  • O salmão é rico em nutrientes e baixa em calorias.
  • Dispõe de várias vitaminas e minerais como, por exemplo, ferro e iodo, além de vitaminas A e D.
  • O salmão é rico diante de tudo em ácidos graxos ômega 3, que ajuda a manter os níveis de colesterol.

5. O chocolate preto

O Chocolate para nos ajudar a perder peso? Em efeito, mas devemos fazer uma pequena avaliação: Deve-se sempre escolher o chocolate preto, o mais puro que possa encontrar e sem leite.

É também um dos melhores alimentos saciantes que você pode encontrar, rico em minerais e antioxidantes, é um presente que fazer para o nosso paladar diariamente. Perfeito, por exemplo, para combinar o nosso pequeno acompanhando a aveia. Não obstante, lembra-se de um dado importante: O ideal é não consumir mais de uma onça por dia, ou seja, cerca de 28 gramas.

6. O abacate

Basta consumir meio abacate por dia, combinado em nossas saladas ou em nossos pequenos-almoços, para obter uma grande sensação de saciedade. Segundo a revista “Nutrition Journal”, é um dos melhores alimentos para evitar o clássico lanche, sendo especialmente adequado para incluir em nossos pequenos-almoços.

Recomendamos não exceder nunca mais de meio abacate por dia, pois a longo prazo pode ser muito calórico. O ideal é incluí-lo em nossos pratos com moderação, para se beneficiar de suas grandes propriedades.

7. Os ovos

huevos8

Em nosso espaço você, nós falamos muitas vezes dos benefícios dos ovos. Sabia, também, que é um alimento muito saciante? Assim é, e o melhor modo de consumi-lo é cozido, livre de óleos ou outros elementos que possam adicionar mais gorduras ou calorias.

Ideal, por exemplo, se você combina com cogumelos (outro alimento saciante), ou junto a um filé de frango grelhado com um pouco de molho de mostarda. O Delicioso!!!

8. As leguminosas

legumbres6As leguminosas são saciantes e, além disso, nos oferecem uma infinidade de possibilidades para cozinhá-las de modo saudável. Pode fazer saladas deliciosas em seus almoços, adicionando, por exemplo, espinafre, um ovo cozido em pedaços e um tomate fresco, também, aos pedaços. Pratos de satisfação que evitarão que vírgulas entre as refeições.

9. A capsaicina

Se você é um fã do red hot chili ou os jalapeños, não hesite. São cerca de alimentos muito saciantes! É rica em capsaicina, um elemento que favorece a saciedade, que acelera o nosso metabolismo para queimar gorduras e que, além disso, atua como analgésico.

Controla o apetite e nos oferece a oportunidade de elaborar pratos imaginativos. Foram?

10. Os melhores vegetais para saciar a fome

tomate e brócolis

O tomate, brócolis e a couve vegetais são excelentes para incluir em uma dieta de emagrecimento. Sejam crus ou ao vapor, não hesite em adicioná-los às suas saladas ou junto a um rico arroz integral. Você estará cuidando de sua saúde e de sua figura, do melhor modo possível.

Prova esta pequena lista de 10 alimentos saciantes quando se ataque a fome e implementa-los no seu dia-a-dia. E o mais importante…eu Ouvidas.

5 receitas com abacaxi para tratar a prisão de ventre

Dieta Saúde

10 alimentos saudáveis que podem ser consumidos frequentemente

O artigo foi verificado para garantir a maior precisão possível (o conteúdo inclui links para sites de mídia credenciados, instituições acadêmicas e de pesquisa e, ocasionalmente, estudos médicos).

Todo o conteúdo do nosso site foi reformulado, no entanto, se você acha que o nosso conteúdo é inexato, desatualizado ou dúvida, pode contactar-nos para fazer as correções necessárias.

Em seguida, apresentamos 10 alimentos saudáveis e baratos, já que ter uma boa alimentação é essencial para gozar de uma excelente saúde. Caso contrário, podemos ter sérios problemas, como doenças ou doenças cardiovasculares, excesso de peso, diabetes e outros problemas de diversa índole.

Apesar disso,o melhor é que podemos nos alimentar adequadamente, sem a necessidade de gastar grandes quantidades de dinheiro.

1. Arroz integral

O arroz não refinado, de cor mais escura do que o branco, é um alimento muito saudável que é recomendável consumir frequentemente. Em comparação com o arroz branco comum que costumamos comprar em qualquer loja ou supermercado, o escuro mantém muitos nutrientes que são removidos no processo de refinamento, como:

2. Feijão

 

Os feijões, e as leguminosas em geral, são alimentos saudáveis. Os feijões são ricos em vitaminas e proteínas, além de que nos ajudam a manter baixos os níveis de açúcar no sangue. O melhor de tudo é que existe uma grande variedade de feijões.

3. Ovos

Embora muitas pessoas tendem a pensar o contrário, os ovos são alimentos saudáveis. Na realidade, os ovos não são uma bomba de colesterol. Além disso, os ovos são ricos em proteína e baixa em calorias.

4. Batata-doce

O inhame é um tubérculo doce que se come cozido, principalmente nas regiões tropicais. Este produto é rico em cálcio, fibras, potássio, vitamina A e C. É por isso que o inhame tem múltiplos benefícios para o nosso organismo. Além disso, a batata-doce também traz uma boa quantidade de antioxidantes.

5. Atum em conserva

atum-freso-vitamina-b3

O atum é uma fonte rica em minerais e vitaminas, assim como de proteínas. O atum contém ômega-3, um elemento que mantém baixos os níveis de colesterol ruim. No entanto, deve-se ter em conta que o atum contém mercúrio, o que em excesso é ruim para a saúde.

6. Banana

As bananas são uma opção a mais para manter em bom estado o nosso organismo. Além de serem fáceis de consumir, as bananas fornecem uma boa quantidade de nutrientes e vitaminas para o nosso organismo. São excelentes para os atletas, pois contêm potássio.

7. Massas

massas

A massa integral é muito melhor do que o regular. Isto devido a que contém mais fibras, que beneficia o nosso organismo, além de criar uma sensação de saciedade por mais tempo.

8. Vegetais congelados

Os vegetais congelados são outra excelente opção para a manutenção de sua saúde. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, os vegetais congelados conservam todos os nutrientes e propriedades que podem ter a temperatura ambiente.

A vantagem deste tipo de alimentos é o que nos permite ter mais tempo sem necessidade de consumi-los instantaneamente. Além disso, são muito simples de conseguir. Além disso, costumam vir cortados e prontos para comer.

9. Tomates

 

Os tomates contêm antioxidantes, que retardam o processo de envelhecimento e vitaminas A e C. pode-Se comer de qualquer maneira, seja em rodelas, ou até mesmo em purê ou suco. De fato, algumas pesquisas têm comprovado que os tomates em lata continuam mantendo suas propriedades.

10. Carne

Muitos acreditam que a carne é um alimento prejudicial para a saúde. Com efeito, abusar no consumo de carne pode ter consequências negativas no nosso organismo. No entanto, comer adequadamente este tipo de alimento também tem seus benefícios.

É muito importante saber escolher a carne que se come. Para isso, lou melhor é optar por cortes magros de carne, os quais costumam ter menos gordura. O ponto negativo aqui é que têm o menor sabor e são mais duros.

Em resumo, esses alimentos podem ser consumidos frequentemente e não têm porque ser prejudiciais para a nossa saúde. Em qualquer caso, se temos algum problema de saúde pode ser a diabetes, é fundamental consultar um nutricionista.

Dietas saudáveis e económicas: alimentos recomendados

Dieta Saúde

10 alimentos ricos em potássio para incorporar à sua dieta

Nosso corpo precisa de vários minerais com os quais nutrir-se e funcionar de maneira saudável. Um deles é o potássio, que desempenha um papel muito importante no organismo. Se tiver uma dieta equilibrada, teremos um aporte suficiente de vários minerais e vitaminas. Assim, gozaremos de uma boa saúde física e mental. No entanto, de ter carência deste mineral, convém ingerir alimentos ricos em potássio para compensar-la.

O potássio é um mineral que ficar em eletrólitos do corpo e que ajuda o crescimento do organismo. Além disso, cumpre outras funções como:

  • Regular a tensão arterial.
  • A regulação da atividade neuromuscular.
  • Manter o equilíbrio hidroeletrólito.
  • Manter o equilíbrio ácido-base.
  • Ativar certas enzimas.
  • Metabolizar carboidratos.
  • Produzir proteínas.
  • Prevenir doenças.

Graças às suas propriedades, é importante incluí-lo em nossos hábitos alimentares.
É possível que já tenha ouvido falar que um alimento rico em potássio é a banana, o que é muito certo, mas não é o único. Em seguida falaremos de dez alimentos ricos em potássio.

1. Cenouras

 

Cheia de vitamina A, nutrientes e antioxidantes, a cenoura é um dos alimentos mais ricos em potássio. Por cada 100 gramas de cenoura recebemos cerca de 321 mg de potássio.

Além disso, trata-se de um vegetal muito versátil, que podemos usar para saladas, sopas, molhos e até mesmo sobremesas.

2. Abóbora

Outros vegetais com alta quantidade de vitaminas e minerais como o potássio é a abóbora. Por cada 100 gramas obtemos 190 mg de potássio.

De igual forma, é uma fonte importante de fibras, antioxidantes, proteínas, ferro e outros nutrientes importantes que promovem o bem-estar.

Seu consumo é recomendado para fortalecer as funções do sistema imunológico, reduzir o risco de doenças crônicas e melhorar a saúde cutânea.

Em suma, éum ingrediente maravilhoso para diferentes tipos de guisados, estufados, sopas e bolos. Não esqueça de aproveitar a temporada de abóbora para integrá-lo em suas refeições.

3. Melão

Por cada 100 gramas de melão conseguimos 267 mg de potássio. Trata-Se de um alimento rico, suculento e muito nutritivo. Também ajuda o corpo a rehidratar-se e pode ser consumida como um lanche ou como complemento e forro de pratos mais elaborados.

4. Melancia

A melancia é uma fruta doce e muito suculenta. Contém grande quantidade de água, por isso ajuda a hidratar o corpo. É outro dos alimentos ricos em potássio, já que com uma única fatia de melancia nosso corpo recebe 320 mg de este elemento.

5. Outro dos alimentos ricos em potássio: uva passa

Um-de-os-alimentos-ricos-em-potássio-são-as-passas.

É uma fruta popular e que pode ser incluído em quase qualquer tipo de alimento, desde comer cru até usá-la como ingrediente e decoração de sobremesas. No caso de a uva passa, por cada 100 gramas delas conseguimos 749 mg de potássio. Além de ser uma excelente fonte deste mineral, também alivia a prisão de ventre, graças à fibra que contém.

6. Gérmen de trigo

O potássio também está presente em cereais, como é o caso do germe de trigo, que nos dá 1.09 gramas por cada 100 gramas. A desvantagem do germe de trigo é que os óleos que contém facilmente se estragam, tornando-o obsoleto e deteriorando as suas propriedades. Portanto, há que ter cuidado na hora de armazená-lo.

7. Pistácios

 

É outro dos alimentos ricos em potássio. É um fruto seco, pequeno, salgado e delicioso que nos dá 1 grama de potássio por cada 100 gramas de pistache. Claro que há que se lembrar que quando recebem pistache é importante ter uma boa quantidade de água na mão, pois por ser salgados geram muita sede.

8. Cogumelos

Esse alimento conta com uma quantidade de 318 mg de potássio por cada 100 gramas de cogumelos. Além de potássio, também fornecem grande quantidade de vitamina B5, que pode aliviar os efeitos da enxaqueca e estresse.

9. Frango

 

O potássio também se encontra na carne branca, como a do frango. Juntamente com outros nutrientes e vitaminas, como a B3, o frango é um alimento rico em potássio. Por cada 100 gramas adquirimos 264 mg A carne de frango, sobretudo, a carne de peito, é uma carne macia e suculenta, que pode ser utilizada de várias maneiras, como em sopas, ensopados, saladas, em sanduíches ou como prato principal.

10. Peixe azul

Com 384 mg de potássio em cada 100 gramas, o peixe azul é uma rica fonte de potássio. É importante não ser confundido com outros tipos de peixe, já que há alguns com muito pouco ou com excesso de potássio. Alguns exemplos de peixe azul são:

  • Truta.
  • Atum.
  • Arenque.
  • Tenda.
  • Cavala.

Como podemos observar, o potássio encontra-se em uma grande quantidade e variedade de alimentos, por que tê-lo presente em nossa dieta não é nada difícil.

Você pode ficar doente por falta ou excesso de potássio?

Se bem que o potássio é um elemento-chave para a nossa saúde, a final de contas, nunca é recomendável que tenha pouco ou muito em nosso organismo.Há que encontrar a quantidade certa, evitando tanto o excesso quanto a escassez.

As conseqüências de uma deficiência de potássio no sangue, é uma doença chamada indesejáveis, propõe, a qual pode apresentar sintomas como:

  • Fraqueza muscular.
  • Fadiga.
  • Cãibras.
  • Diminuição dos reflexos.

Por sua parte, o excesso de potássio pode gerar hiperpotasemia, uma doença que chega a apresentar:

  • Fraqueza.
  • Falhas respiratórias.
  • Náuseas e vômitos.
  • Problemas cardiovasculares.
  • Problemas neuromusculares.

É necessário realizar uma análise de sangue para saber se você sofre de alguma destas doenças. Em caso de que assim seja, haverá que recorrer ao médico para receber o tratamento adequado.