Mostrando 119 Resultado(s)
Bem estar Dieta Saúde

10 infusões para eliminar toxinas

O estresse, maus hábitos de sono, uma alimentação baseada em multiprocessados… São muitos os fatores que dificultam a liberação de toxinas. Mas, o que são as toxinas e como podemos eliminá-los? Neste artigo explicamos, siga lendo!

O que são as toxinas?

Existem dois tipos. Em primeiro lugar, as exógenas entram no nosso corpo através da respiração, através da pele e por via digestiva. As toxinas endógenas, por outro lado, são produzidas pelo organismo, devido a bactérias intestinais, radicais livres, parasitas, ou também por stress e a ansiedade.

A poluição favorece a entrada de toxinas exógenas ao nosso organismo

Como eliminar as toxinas de forma natural?

O organismo funciona para livrar-se das toxinas. O fígado processa essas substâncias tóxicas e, através do sangue, envia-as para os rins para que sejam eliminadas por meio da urina ou através da bile para o intestino para que as perseguido em forma de fezes.

Isto explica que é necessário eliminar as toxinas para contar com boa saúde. Mas este mecanismo natural, em alguns casos, não é suficiente. O resultado de um excesso de toxinas pode resultar em um aumento significativo de cansaço, estresse e alergias.

Felizmente, existem muitas plantas que se ajudam no processo de eliminação, e é que, em definitiva, a nutrição é uma excelente destoxificante. Abaixo mostraremos algumas delas, e a sua preparação:

1. Visco

O visco é uma planta de purificação, que elimina as toxinas e aumenta a produção de urina. Para realizar esta infusão você terá que ferver um litro de água. Coloque duas folhas secas e depois de ferver passe pelo coador e deixe descansar para tomá-lo. Se você sabe muito amargo pode adoça-lo com um pouco de mel.

O visco, ajuda na eliminação de toxinas

2. Alcachofra

A alcachofra favorece a eliminação renal e a função digestiva. É uma das melhores plantas para ajudar o processo de depuração, o que também é recomendada nos casos de excesso de peso. Para os diabéticos recomenda-se também a esta planta, uma vez que contém inulina, em vez de fécula de batata. Também serve como hipoglicemiante, diminuindo o excesso de açúcar no sangue.

Para a sua preparação, despeje em um recipiente 3 folhas junto a um copo de água, ferver durante alguns minutos, retire as folhas e passe a bebida por uma peneira, deixe esfriar um pouco e toma-a. Faça isso todos os dias para que seu corpo se beneficiar com as propriedades desta planta.

3. Chá verde

As propriedades do chá verde são infinitas, mas a principal é a sua ação diurética e a sua eficácia, graças aos flavonoides ou catequinas, na redução dos níveis de colesterol, de acordo com um estudo publicado em 2011 pela revista American Journal of Clinical Nutrition.

Coloque 3 folhas em um copo de água fervida, deixe descansar e tomá-lo.

4. Mirtilo

Embora não se trate de uma planta, a infusão de boldo é realmente eficaz, pois ajuda a combater a retenção de líquidos. Recomenda-Se seu consumo para pessoas que sofrem de infecções urinárias , como cistite.

suco de mirtilo

5. Toranja

Embora não se trate propriamente de uma planta, sem dúvida alguma sua infusão é ideal para estimular a digestão e diminuir o apetite, por isso é usada para baixar de peso. Adiciona alguns gomos de toranja e mergulhe em água, tire-os e bebe a infusão.

6. Tomilho

O tomilho-se ajuda a limpar o organismo e para a melhoria do sistema digestivo. Além disso, se você sofre de dores menstruais também é um grande aliado para lutar contra eles. Também é usado como anti-celulite e para combater o excesso de peso.

Pegue uma colher de sopa da planta seca e mergulhe em água fervente. Deixa-se repousar e beba!

7. Erva-doce

O funcho é especial para limpar os rins por ser uma planta excelente diurético. Ferve em água caules e folhas, passa pelo coador e consome.

8. Dente-de-leão

O dente-de-leão ajuda a purificar o fígado e a acelerar o sistema digestivo. Adicione uma colher de chá de dente-de-leão em uma xícara de água fervente, deixe descansar e antes de tomá-lo passar por peneira

9. Salsinha

Além de regular a hipertensão arterial, relaxa o sistema digestivo. Em um litro de água, coloque duas colheres de sopa de folhas e deixe-o ferver por cerca de cinco minutos. Tire as plantas com um coador e bebe constantemente durante o dia.

10. Aipo

Graças às suas propriedades depurativas, o aipo é aliado de eliminação de impurezas e toxinas. Igualmente, serve para perder peso e limpar o fígado. Prepare uma infusão com os frutos ferver alguns em um litro de água, leve-o constantemente durante o dia.

E lembre-se…

  1. A maioria destas plantas pode encontrar no supermercado ou à base de plantas
  2. É fundamental que andes estas infusões com uma dieta equilibrada
  3. Se você está grávida, é melhor que não consumas estas bebidas ou, em caso de dúvida, consultar o médico
  4. Não abuses, já que podem ter efeitos laxantes
Bem estar Saúde

10 hábitos que causam dor nas costas

A dor nas costas não é sempre provocado pelas mesmas causas. Mesmo ainda mantendo hábitos de vida saudáveis, você pode sofrer de costas. Você sabe quais são os hábitos que causam dor nas costas?

Quando temos maus hábitos ou má postura, dores nas costas pode se tornar mais aguda, podendo, algumas vezes, deixar-nos imóveis. Este problema é conhecido como lombalgia e é muito comum na sociedade de hoje. O Incapacita para crianças, jovens, adultos e pessoas da terceira idade.

A dor pode ser leve ou intensa, pode desaparecer em alguns dias ou semanas. O descanso ajuda a superar o problema, mas se a moléstia torna-se cada vez maior, é recomendável consultar um especialista.

Hábitos que causam dor nas costas

Vejamos, a seguir, alguns hábitos que causam dor nas costas, assim você pode modificá-los e evitar incomoda esta condição.

1. Carregar sacos pesados

Saco para mulher

Quer sejam os de ombro, costas, ou os de asa, o peso provoca um desequilíbrio: os ombros costumam enrolar-e o corpo inclinado para a frente. É recomendável que o peso diário, levando a tiracolo, não ultrapasse 10% do nosso peso corporal. Também podemos reparti-lo, levá-lo cruzado ou mudá-lo de posição.

2. Dormir em um colchão velho

O colchão pode durar de 9 a 10 anos, para que não nos dê problemas para dormir. Um estudo realizado na Universidade de Oklahoma, revelou que as pessoas que mudam seus colchões cada 5 anos dormem muito melhor, sem apresentar dores nas costas.

3. Usar saltos muito altos

Ao ser muito altos nossos sapatos altos, nossa volta empena, pressionando as articulações e forçando os músculos de nossa coluna a trabalhar mais. Não é recomendável caminhar longas distâncias com o calçado inadequado.

4. Acima do peso

O excesso de peso é muito destrutivo para a nossa coluna e as articulações em geral. Ao forçar os joelhos, os tornozelos, suportando todo o peso do nosso corpo, com o que os prejudicamos seriamente. Se você não descer de peso, não demorarão em aparecer-nos dores nas costas, além de que a nossa coluna ressentirá.

5. Levantar objetos de forma inadequada

Ao levantar um objeto pesado devemos flexionar os joelhos, de não fazer as nossas vértebras podem afetar um nervo ou um disco. É muito importante ter cuidado ao levantar algo pesado, já que levantar mal um objeto é outro dos hábitos que causam dor nas costas, desde a cintura até os pés.

6. Má postura ao sentar-se ou caminhar

A má higiene da postura, as condições inadequadas em que nos sentamos em frente a um desktop ou um computador são as principais causas da dor nas costas.

Caminhar com os ombros encurvados para a frente também é uma forma de ferir a nossa volta. Por isso, é fundamental praticar exercícios para flexibilizar a coluna e fortalecer os músculos, além de treinar a postura.

7. Sedentarismo

Não praticar exercício com a frequência devida traz conseqüências para as costas e para o organismo em geral. O sedentarismo enfraquece os músculos, por isso que quase qualquer esforço ou sobrecarga, os contratura. Ao praticar exercício, fortalecemos os músculos e os ossos.

8. Dieta inadequada

Como é bem sabido, uma má alimentação provoca efeitos desfavoráveis, tais como excesso de peso, problemas de circulação, osteoporose, altos níveis de estresse e problemas cardiovasculares.

O excesso de peso faz com que a pelve se desloque para a frente, criando tensão nas costas. Por isso, reduzir entre 5% e 10% da massa corporal melhora as dores nas costas.

9. Ansiedade e estresse

Se o nosso corpo está estressado, nossos músculos vão estar contraídos, incluindo os músculos do pescoço e costas.Se não relaxam, causando dor. De não tratar-se de forma adequada, podemos sofrer de dor crônica.

10. Expor as costas a correntes de ar

Massagem nas costas

Se estamos na rua ou trabalhando em algum lugar, com correntes de ar, nossa costas ou pescoço podem contraturas importantes que gerem dor.

Recomendações

  • Pratique exercício, já que quando não exercita seus músculos o suficiente, se enfraquecem.
  • Certifique-se de não ficar parado na mesma posição por um longo tempo.
  • Dorme bem, já que o descanso é fundamental para que o corpo tenha a oportunidade de se recuperar.
  • Prática alguns exercícios de alongamento e meditação com atenção na respiração. Isso ajuda a relaxar e lidar com o estresse.
  • Toma conta do seu peso. Sua dieta deve ser rica em cálcio e vitamina D.
  • Cuide de sua postura ao sentar-se e ao caminhar.Trata de manter um equilíbrio nas costas.
  • Dorme em uma posição adequada com um travesseiro recomendada para cervicais.
  • Lida com o stress. É fundamental para evitar contraturas e todo o tipo de dores nas costas e pescoço.
  • Faça Yoga ou pratique técnicas de meditação, já que ajudam e muito na prevenção de dores nas costas e melhora a qualidade de vida.

Agora que você conhece os hábitos que causam dor nas costas, altere para evitar as dores na região lombar e nos membros inferiores. Lembre-se que se a dor é aguda, deve visitar o seu médico.

Você sofre de dor nas costas e pescoço? Vamos lhe ensinar o que fazer

Beleza Dieta Emagrecimento Saúde

10 frutas e legumes para tratar retenção de líquidos

Manter uma boa alimentação diária é fundamental, por muitas razões. Uma delas, é que ajuda a prevenir problemas de saúde, como a retenção de líquidos.

Existem várias frutas e vegetais são compostas por um alto teor de água e fibras, que são excelentes aliadas para eliminar os líquidos retidos de forma natural através da urina.

Frutas e legumes: alimentos diuréticos

Inchaço gerada por retenção de líquidos

O melhor diurético que existe, sem dúvidas, é a água. De certeza deve ter lido ou ouvido mais de uma vez que é fundamental consumir uma quantidade suficiente de água por dia. Não necessariamente dois litros, mas sim mais de dois copos por dia. Julho Basulto, especialista em dieta e nutrição, ele diz que é aconselhável beber em função da sede, mesmo no verão.

No entanto, devemos ter em conta que os alimentos também ajudam a água. Esta vem a ser uma das razões por que se recomenda consumir várias peças de fruta por dia, por exemplo. As frutas, além de fornecer vários nutrientes ao organismo, permitindo a obtenção de água.

Muitas verduras e frutas são incluídos na lista dos alimentos diuréticos, dado que contêm uma grande quantidade de água. Ao consumi-las, promove-se a produção de urina e, por conseguinte, se estimula a diurese.

A par disso, o consumo desses alimentos suporta a função renal, pelo que são muito benéficas no domínio da saúde.

1. Abacaxi

Abacaxi é uma fruta deliciosa, com um alto teor de água. De acordo com dados da Fundação Espanhola de Nutrição, contém iodo, vitamina C, ácidos orgânicos e bromelaína, uma enzima que ajuda na digestão.

2. Tomate

O tomate é uma fruta rica em água, que também contém proteínas, carotenoides e vitamina C. Por isso, considera-se que pode ser uma boa opção para promover a eliminação de líquidos retidos.

3. Melancia

A melancia é a fruta com maior quantidade de água (95 % do seu peso). De acordo com dados da FEN, “não se possa destacar nenhum nutriente como “fonte” ou “alto teor”, pode-se destacar um aporte de potássio e vitamina A, que contribui para o total da dieta”.

Nada mais refrescante que uma fatia desta fruta em uma tarde de verão, mas também podemos consumi-la de outras formas.

4. Espinafre

Espinafre são alimentos que contêm proteínas, fibras, ferro, potássio, folatos, vitamina C, A, e e b-caroteno. Por isso, não só contribuem para a saúde cardiovascular, mas que podem ajudar a promover o trânsito intestinal e diurese.

Podemos comê-las cruas em saladas, mas também podemos adicioná-la a vários batidos de leite e batidos.O importante é incluí-las sempre dentro de uma dieta equilibrada.

5. Melão

melon

O melão é outra fruta que é composta por um elevado conteúdo de água. De acordo com dados da FEN, contém potássio, vitamina C e folatos. Por isso, é um alimento recomendado quando sofremos de edema ou retenção de líquidos.

6. Alcachofra

A alcachofra é um alimento que contém proteínas, fibras, fósforo, potássio, esteróis e cinarina. Por isso, também é uma opção recomendável em caso de sofrer retenção de líquidos. Mas também pode ser consumido como parte da dieta para o modo de prevenção.

7. Maçã

A maçã é uma fruta que contém um alto teor de fibra dietética e, em certa medida, potássio e vitamina C, além de flavonoides, pro cianidinas e ácidos orgânicos. O seu consumo regular, ao natural, pode favorecer o trânsito intestinal e a expulsão de líquidos retidos.

8. Abacate

O abacate é um alimento muito conhecido por ser uma das melhores fontes de gordura saudável que existem. Além disso, os especialistas da FEN apontam que contém ácidos gordos monoinsaturados, ácidos gordos insaturados, potássio e vitaminas C, e e B6.

9. Toranja

Na verdade, todos os quais têm uma boa quantidade de água e podem nos ajudar a expulsar os líquidos retidos no caso de padecer de edemas. Além disso, são ricos em vitamina C, cujo défice pode ser a causa da retenção em alguns casos.

Junto a toranja, aconselhamos a comer laranjas e tangerinas em qualquer momento do dia, mas principalmente no café da manhã para oferecer ao corpo muitos nutrientes desde a primeira hora.

10. Pera

Assim como a maçã, a pera é rica em fibras e água, e pode dar certo aporte de potássio e vitamina C, que contribuem para o total da dieta.

Outras opções

Outras frutas e legumes que também são ricas em água e fibras são: mamão, os aspargos, a banana, a salsa, a uva preta e o aipo.

Se quiser combater a retenção de líquidos,o mais aconselhável é que você siga as indicações de seu médico e manter uma dieta saudável e equilibrada que inclua algumas dessas frutas que te temos comentado.

Pois você vai ver como, pouco a pouco, você começa a eliminar líquidos de forma natural já se sentir melhor.

Saúde

10 exercícios para ajudar a criança a andar

Por volta dos 11 a 12 meses, seu bebê, você vai caminhar por si só. Mas é normal que o alcance desse marco de desenvolvimento entre os 9 e os 15 meses. De modo que não devemos nos preocupar se um bebê há mais de um ano e ainda não anda. Mas podemos fazer alguns exercícios ou jogos para ajudar a criança a andar.

Caminhar virá pouco a pouco. Seu bebê dará sinais de que está preparado para caminhar. Não para de se mover. Procura sustentar-se em móveis, cadeiras, caixas ou em tudo o que possa servir-lhe de apoio e estar de pé por mais tempo. E gosta do que os grandes ajudá-lo a manter-se de pé! Com a criança começa a andar, inicia-se nova etapa de aprendizagem e de jogos. De seguro terminará irremediavelmente exausto. Te tocará ir atrás de seu bebê em seus passeios. Mas também estará em festa de compartilhar novas aventuras com o seu pequeno.

Para incentivar os seus primeiros passos!

Caminhar nem sempre é um processo fácil de alcançar para o seu pequeno. É um feito extraordinário no desenvolvimento da motricidade grossa da criança. Certamente, mais cedo ou mais tarde será seu companheiro em suas caminhadas. Para ajudar a criança a andar, deve fortalecer os músculos de suas pequenas pernas. Faça uma prática diária, mas deixe que se divirta. O jogo é a melhor ferramenta de aprendizado, enquanto você evita desconforto muscular quando já comece a andar.

1. Pedalar

Jogue a pedalar. Após a hora do banho, ou quando lhe cambes a fralda toma as suas pernas e faça o movimento como se estivesse pedalando uma bicicleta. Flexiona as pernas e leva-as para o abdômen. Deixa que as estique-a com força.

2. Anime-a a engatinhar

Coloque a criança de bruços sobre um cobertor no chão e atrai a sua atenção com um brinquedo muito atraente. Tentará reptar, assim, que apoia as palmas das mãos, nas plantas dos seus pés para que você possa usá-los e tomar impulso. Depois, pouco a pouco, vai começar a engatinhar.

3. Se divertir na hora do banho!

O espirro é um exercício extraordinário para o seu bebê, embora não goste muito como fica o banho depois. Evita roubar a emoção de um momento divertido e útil para o fortalecimento de suas pernas. Mais do que um exercício, é um jogo muito divertido.

4. De pé

Incentive a que se ponha de pé. Pouco a pouco a sua necessidade de explorar e sua curiosidade o obrigam a ficar de pé. Ajude-o a se levantar com a ajuda das grades do berço, coloque brinquedos ou objetos que possam chamar a atenção para que se arrisque a ficar.

5. Com um único dedo

Quando seu bebê começa a dar os seus primeiros passos, ofereça a tomar um de seus dedos, para que se mantenha o equilíbrio quando este está parado. Pouco a pouco dará passos e terá seu apoio para evitar acidentes.

6. Agarrar

Outro jogo para ajudar a criança a andar é procurar uma cadeira pequena e mantê-lo de pé ao lado da mesma, segurando um objeto que lhe causa impressão. Usará a cadeira como apoio para ficar de pé e atingi-lo.

7. Descalço

Para ajudar a criança a andar, um grande exercício, embora não pareça, é deixar o bebê descalço pela casa. Isto lhe permitirá melhorar o seu equilíbrio, a sua aderência ao solo, a sua percepção do ambiente e sua relação com o mesmo.

8. Esticado sobre as suas pernas

Quando já tenha força em suas pernas jogue com seu bebê para colocá-lo sobre suas pernas para que as estique e procure manter-se de pé. Você também pode criar suas mãos para que as use de apoio e possa levantar-se.

9. Com um apoio

Você pode procurar um dispositivo para ajudar a criança a andar, como um andador, um carrinho de brinquedo ou uma cadeira de bonecos que tenha rodas. Como os bebês gostam de empurrar objetos, se sentirá mais seguro e confiante para dar alguns passos, segurando deste novo brinquedo.

10. Aproxime-se

Quando a sua criança possa se manter em pé, você pode pegar suas mãos e ajudá-lo a dar seus primeiros passos, pouco a pouco. Quando aperto de confiança pode reduzir alguns passos e você pode animá-lo para que de seus primeiros passos aproximando-se de ti.

Recomendações finais para ajudar a criança a andar

As quedas são inevitáveis. Quando você cair, evita sobressaltar de mais. Sua reação o assusta mais do que qualquer possível golpe. O medo, o medo e a insegurança também se aprendem. Uma queda pode causar um retrocesso no processo de caminhar. Por esta razão, é importante proporcionar um ambiente protegido e seguro, para ajudar a criança a andar. Não deve ter objetos perigosos, nem cantos pontiagudos sem proteção. Além disso, a área deve estar livre de riscos como as tomadas de eletricidade ou fios soltos.

Quando é que há com que se preocupar? Quando uma criança não conseguiu caminhar após os 18 meses, você deve consultar com o pediatra, que dará a orientação adequada para descartar algum problema maior.

Bem estar Saúde

10 erros comuns que são cometidos ao praticar yoga

O Yoga é uma das atividades físicas que mais de moda têm estado nos últimos anos, principalmente nos países ocidentais. Sua origem, no entanto, é muito antigo.Apesar de sua grande popularidade, às vezes incorrem em erros em sua prática.

1. Conhecer o que é, na realidade, o Yoga

Um dos erros mais comuns que a maioria das pessoas cometem ao praticar Yoga é precisamente desconhece-lo parcial ou totalmente. Por exemplo, muitos acreditam que é um tipo de atividade física simples, que não requer esforço, dedicação ou compromisso.

exercício de yoga relaxingmusic

Não obstante, na verdade acontece o contrário. O Yoga requer preparação, empenho físico e mental e, acima de tudo, conhecimento. É muito importante informar-se antes de praticá-lo, devido a que existem vários tipos e formas de realizá-lo.

2. Escolher um mau professor

Outro erro muito comum que se costuma cometer é tomar uma má decisão no momento de escolher um professor. Precisamente por causa de sua popularidade, existem muitas pessoas que decidem dar aulas de Yoga, sem ter os conhecimentos necessários.Isso pode gerar frustração dos alunos e até mesmo lesões.

O melhor é ir a um lugar que conte com professores certificados.Que sejam profissionais não quer dizer que sejam caros. É possível encontrar opções boas e confiáveis a preços acessíveis.

3. Não aquecer

Como em qualquer outra atividade física, antes de iniciar uma sessão ou rotina é muito importante fazer um aquecimento. Não obstante, muitas pessoas tendem a não aquecer antes de fazer Yoga, por considerar que não se trata de um exercício como tal.

4. Comparar-se com os outros

Quando assistem a uma aula de Yoga, muitas pessoas cometem o erro de se comparar com os outros, principalmente com os mais experientes, e ficar frustrado por não obter os mesmos resultados.

Deve-Se ter claro que cada pessoa é diferente e que os resultados podem variar dependendo de vários fatores.Portanto, o melhor é concentrar-se em um mesmo indivíduo e metas pessoais que nos ajudem a identificar nosso próprio progresso.

5. Praticar Yoga em um local não adequado

yoga

Nem todos os sites são ideais para a prática de Yoga. Por exemplo, é muito difícil praticar este exercício em lugares muito pequenos,com muito ruído ou sem ventilação adequada.

Portanto, é importante conhecer de antemão o lugar onde vamos praticar Yoga e prepara-lo o melhor possível.

6. Não contar com o equipamento adequado

Embora uma das grandes vantagens do Yoga é que você não precisa de aparelhos ou ferramentas especiais, o certo é que, pelo menos, se deve contar com o equipamento adequado, no mínimo, para desfrutar ao máximo desta atividade.

A recomendação mais importante é usar a roupa certa, que seja confortável, levar uma toalha pequena, uma mesa para fazer Yoga e uma garrafa de água. Além disso, lembre-se que o Yoga é geralmente praticar descalço, por isso você deve ter uma boa higiene, principalmente quando se realiza com mais pessoas.

7. Desespero

Este erro tem muito que ver com o número 4, que já mencionamos anteriormente. Para as pessoas que começam a fazer Yoga pode ser muito frustrante não poder fazer corretamente com alguns exercícios, pelo que costuma cair em desespero.

“Muitas pessoas pensam que para fazer Yoga, você tem que ser super flexível, mas a realidade é que devem começar em seu próprio ponto”, explica Lisa Sochocky, experiente professora do Yoga Loft do Havaí.

Isso pode fazer com que nos estanquemos e até mesmo lesões ou problemas físicos.O melhor é fazer os exercícios dentro de seus limites e você verá como você avança, pouco a pouco.

8. Dor

Embora o Yoga pode ser uma atividade complicada, isso não quer dizer que se deva sentir dor ao praticá-la. Pelo contrário, deve ser algo relaxante, que ajuda o seu corpo e mente para se sentir melhor.

No caso de sentir dor ao realizar os exercícios, o melhor é consultar seu professor para que ele lhe oriente a respeito.Poderia ser o caso de que está fazendo incorretamente os exercícios, mas também que sofre de alguma doença ou lesão, por que, então, você deve consultar com seu médico antes de continuar forçando e arriscando a prejudicá-lo.

9. Abusar de uma atividade

yoga2

O abuso pode ser prejudicial para a nossa saúde, especialmente para os músculos.Portanto, o melhor é avançar progressivamente e não abusar, tentando obter bons resultados em pouco tempo. A calma é sempre melhor.

10. Não terminar toda a sessão

Geralmente, ao terminar uma aula ou sessão de Yoga costuma-se fazer o que se conhece como a “relação final”.Este é um exercício muito importante que, no entanto, muitas vezes não é cumprido por todos. É importante a realização de “relaxamento final” para se recuperar e limpar a mente; assim, o nosso corpo vai experimentar todos os benefícios do Yoga.

A importância de ter uma boa saúde mental

Beleza Dieta Emagrecimento Saúde

10 estratégias para queimar gorduras

Sabemos, queimar gorduras, não é fácil. Estamos acostumadas a todas essas dietas milagre que nos garantem a perda de peso em pouco tempo. Mas nós garantimos que nós podemos fazê-lo de forma saudável conhecendo estas estratégias. Foram?

gorduras-localizadas-quadril

Queimar gordura não é fácil. De fato, não se trata em absoluto de deixar de comer ou comer menos. É um grande erro.Trata-Se de centrar a nossa vida de outro modo, de um modo mais saudável, onde não falte o exercício e uma alimentação correta. Nunca caia no erro de pular uma refeição, um jantar, ou ainda menos, de um pequeno-almoço. De acordo com vários estudos, isso não é associado, sob nenhum conceito ao emagrecimento.

De fato, a única coisa que conseguimos é chegar com mais fome para a próxima refeição, o nosso metabolismo altera-se e a nossa saúde sofre.

Para queimar gorduras devemos ser responsáveis e evitar a todo o momento, lembrando-se de que não há uma receita mágica, apenas esforço e vontade. Damos, pois, as chaves para que vás conseguindo-o dia-a-dia.

1. Saia a correr ou a andar a passo rápido

Se você não está acostumada a correr,seria indicado que ao menos sair a andar a passo bem rápido. Basta que dedique a este exercício, cerca de 20 minutos por dia. Mas sim, temos que ser constantes. Não devemos fazer caso os mitos que nos asseguram que uma vez que deixemos de lado o esporte, o nosso metabolismo continuará a funcionar da mesma forma que quando nos movemos.

2. Mova-se um pouco mais

É uma questão de ser conscientes das horas em que se vê obrigada a ficar sentada ou inativo. Por isso, tenta sempre que possa sair um pouco de casa: passear com o cachorro, sair para comprar, passear no parque, usar as escadas antes que é um elevador. É, simplesmente, “mudar um pouco o chip”.

3. Cuide de sua ingestão de proteínas

Assim é, comer proteína magra no café da manhã e almoço, por exemplo, vai-nos permitir ter mais energia e, por conseguinte, mais vontade de se mover. Portanto, vale a pena aumentar um pouco o consumo de ovo, peito de frango, peixes azuis ou iogurte grego.

4. A ajuda da canela

Você sabia que a canela ajuda a reduzir o apetite e tem a capacidade de acelerar o metabolismo? Assim é, então vale a pena fazer uma infusão ao dia, ou incluí-lo em seus iogurtes ou em algumas de suas frutas. É deliciosa!

5. Comece o dia com água morna com limão

Ainda não está provado cientificamente, pode começar o dia com um copo de água morna com suco de meio limão .A vitamina C contém muitos benefícios que ajudarão o seu corpo.

6. Aprenda a organizar seu tempo

É uma chave fundamental.O ideal é que possamos distribuir diariamente nossas responsabilidades cuidando de nossos hábitos. Reserve tempo para tomar o pequeno-almoço, cumpre suas ocupações laborais e familiares, mas encontra tempo para correr ou andar, tempo para relaxar, para cozinhar de forma saudável e sadio. Tente sempre comer às mesmas horas e dormir entre 7 e 8 horas diárias.

7. O chá verde

Em primeiro lugar,é rico em antioxidantes, além de ser saudável e saboroso. Por outra parte, os estudos sobre o chá verde não foram conclusivos em sua relação com a perda de peso, mas isso não implica que não seja uma forma saudável de enfrentar o dia.

8. A toranja

Se não o consumimos, começa a colocá-lo em sua lista. Ideal para as suas refeições ou nas tardes tirada em um rico suco natural. Atualmente, no entanto, não existem evidências científicas que avaliam suas supostas capacidades de emagrecimento, mas tem uma importante quantidade de fibra.

9. Os vegetais crus

Legumes

É o melhor para o seu dia-a-dia. Ricas saladas de folhas verdes, tomates frescos, cenouras, aipo, alho-poró…contêm uma grande quantidade de vitaminas e minerais, e costumam fornecer fibra(especialmente as espinafre, alface e as já mencionadas cenouras).

Mas lembre-se, você tenta conseguir legumes orgânicos, e que não contenham pesticidas.

10. Seja constante, motive-se dia-a-dia

Não perca a esperança, nem te venhas para baixo se você vê que passam as semanas e não vê que o seu peso reduzido. Requer tempo, esforço e muito humor. Mas se consegue. Um modo excelente de vê-lo motivada dia-a-dia é seguir essas diretrizes, associado a uma ou várias amigas. Seguir uma dieta adequada, onde se restrinjam as gorduras e, também, os doces, aumentar o consumo de vegetais e sucos frescos, e onde não falte a atividade. Sair a caminhar, nadar, dançar. Não hesite, você pode obtê-lo.

Doenças Saúde Saúde Masculina

10 deficiências de vitaminas comuns e sua solução

Você sofre de acne ou mau hálito? Muitos problemas de saúde que nos são comuns são causados por deficiências de vitaminas que podemos encontrar de forma natural em alguns alimentos. As vitaminas são fundamentais para levar a cabo a grande quantidade de processos físicos sobre o organismo. Portanto, o fato de nos faltarem, constituem um défice para o mesmo.

Deficiências de vitaminas: Problemas derivados e sua solução

Abaixo, temos uma lista das conseqüências das deficiências de vitaminas e sua possível solução.

1. Acne

A acne é uma doença bastante comum que se caracteriza pela presença de seborreia, barros e espinhas na pele do rosto e corpo. Sua ocorrência é bastante comum durante a adolescência. Mas se a acne não desaparece ou aparece em anos posteriores, a adolescência pode ser causado por uma deficiência de vitaminas A, B2, B6, C e D.

2. Mau hálito

Uma das deficiências de vitaminas mais comuns é a de vitamina B, principalmente entre os vegetarianos. Esta vitamina é vital para ter uma boa digestão. Quando falta, pode diminuir a quantidade de enzimas que combatem as bactérias da boca e do trato digestivo. Os nutricionistas indicam que com 50 mg de niacina por dia podem evitar o mau hálito.

3. Lábios rachados

Os lábios são um órgão externo do corpo que não costuma apresentar problemas graves de carências de vitaminas. Biologicamente, os lábios necessitam de mais atenção e cuidado durante o inverno. Isto se deve a que a pele gera certos óleos naturais que geram a umidade necessária, mas com o clima frio, a umidade é perdida. Os lábios rachados são evitadas com vitamina E,que age como um poderoso antioxidante.

4. Caspa

caspa ou descamação

A caspa ocorre quando há excesso de células mortas no corpo cabeludo. Todos nós temos uma quantidade normal de células mortas. Mas se há um excesso, já há um problema. As principais causas da caspa são a dermatite seborreica, excesso de shampoo, psoríase, fungos,deficiências de vitaminas B, zinco e magnésio.

5. Rachaduras

Provavelmente você deve ter se dado conta de que, durante os meses de inverno apresentam um aumento de rachaduras nos dedos. Isso se deve ao fato de que o clima frio desidrata consideravelmente a sua pele. Este efeito aumenta com determinados químicos corrosivos ou a imersão constante das mãos na água. As deficiências de vitaminas que causam esse problema se resolvem consumindo proteínas, ácido fólico e vitamina C.

6. Pele seca

Milhões de pessoas estão à procura de uma alternativa para manter uma pele fique mais macia e hidratada. Há que se lembrar que pode ser uma característica própria da pessoa causada por genética. No caso de ver que este é um problema que tem aparecido há pouco tempo, ou que seja consciente de que a sua dieta não é muito variada, talvez tenha deficiências de vitaminas e consumas pouca água. Se é a sua situação, procure incluir alimentos ricos em vitamina A e C que reestruturaram sua derme.

7. Pele-de-atleta

As vitaminas D2 e D3 são necessárias para o correto cuidado da pele. Sua deficiência pode levar ao aparecimento de diversas doenças, como o pé-de-atleta. Estas duas vitaminas necessitam de cálcio para a sua correta absorção. É necessário consumir 10 microgramas de vitamina D por dia, mas a maioria consome apenas metade ou menos.

8. Icterícia

icterícia

Este problema faz com que as áreas brancas dos olhos e a pele fiquem de cor amarelo por causa do excesso de bilirrubina. A icterícia pode apresentar qualquer idade e suas causas são: doenças do sangue, síndromes genéticas, hepatite, infecções e certos medicamentos. As deficiências de vitaminas que ocorrem após uma icterícia, incluem A, D, E e K.

Neste caso, a icterícia pode estar produzida por hemólise (destruição de glóbulos vermelhos, intra ou extravascular) hepatite ou ictérico-obstrutivos. Por tal motivo, o seu tratamento será a causa de base, e em todos eles pode haver um défice de vitaminas, mas não é o que causa a icterícia, mas sua consequência.

9. Palidez

A pigmentação da pele se deve à presença de melanina, que depende de vários fatores genéticos, a quantidade de tempo que nos exponhamos à luz solar… Também há deficiências de vitaminas que podem afetar a cor da pele. A vitamina C ajuda a produzir colágeno e a falta desta vitamina gera uma palidez extrema, danos na pele e vasos sanguíneos e até a perda de dentes.

Basta consumir com 80 mg desta vitamina por dia. A falta de ácido fólico ou de vitamina B12 também pode fazer com que a pele perca pigmentação. Esta vitamina é vital na produção de energia e as células vermelhas do sangue. Além disso, quando não consomem quantidade suficiente de vitamina B9 estamos em risco de anemia, outra situação que nos provoca palidez. Por dia, deve consumir um total de 400 microgramas.

10. Problemas de visão

Melhora a visão

As vitaminas antioxidantes (A, C, E e beta-caroteno), juntamente com as do complexo B, são muito importantes para a nossa saúde ocular. Até mesmo uma mínima deficiência de vitamina A pode causar fadiga ocular, sensibilidade à luz, secura e maiores probabilidades de contrair infecções oculares.

Quando as falhas são graves, pode haver presença de úlceras, problemas na córnea e cegueira, no pior dos casos. A vitamina a é essencial para melhorar a visão noturna. As deficiências de vitaminas do complexo B causam sensibilidade à luz, paralisia dos músculos do olho, sensação de ardência e lacrimejamento excessivo.

Conclusões

Em conclusão, as vitaminas só podem ser obtidos através da dieta ou de suplementos. O organismo não os produz. Portanto, recomendamos levar uma dieta equilibrada e consultar o médico ou nutricionista pelo menos uma vez por ano. Como vimos,a deficiência de vitaminas pode acarretar conseqüências para a saúde.

Vitaminas que você deve consumir quando se falta energia

Saúde

10 curiosidades sobre o riso que você vai adorar conhecer

Para começar, você viver cada dia com alegria? O riso é uma das formas de nos libertar das cargas negativas que adquirimos por culpa do estresse e o estilo de vida agitado.

Tanto bem faz ao corpo que, inclusive, alguns hospitais e centros de saúde estão usando como um tratamento para controlar os sintomas de pacientes com doenças crônicas. Descubra algumas curiosidades sobre o riso!

Este hábito, que às vezes nos esquecemos de praticar, tem benefícios terapêuticos sobre a saúde física e mental de todas as pessoas. E é que, segundo vários especialistas, rir muito, várias vezes ao dia diminui a ansiedade, controla a tensão e fortalece o sistema imunitário para prevenir doenças.

Estas e outras razões mais deveriam nos motivar a cada dia a buscar motivos para rir, apesar de todas as dificuldades que se apresentem. Para que não restem dúvidas, de tão bom que é para a nossa saúde, então queremos compartilhar 10 curiosidades que você talvez não vi.

1. O riso é uma linguagem universal

Em primeiro lugar, rir é uma forma de comunicação que todos os seres humanos podemos interpretar, sem importar a raça, a cultura ou o idioma. Além disso, o som que emite é tão familiar que até podemos reconhecer sem necessidade de ver a pessoa.

Não obstante, os seres humanos não somos os únicos que nos rimos: os ratos, os chimpanzés e os cães também podem fazê-lo.

2. O cérebro pode identificar uma risada falsa de uma verdadeira

Não obstante, não vale fingir. Quando o cérebro percebe uma risada falsa, aumenta a atividade na área do córtex pré-frontal do cérebro.

Esta área do cérebro nos dá a capacidade de compreender as emoções alheias. Portanto, não há riso falso que valha.

3. Aumenta o gasto energético

Em terceiro lugar, uma boa dose de riso aumenta o gasto energético e ajuda a eliminar mais calorias. Além disso, alguns estudos sugerem que é uma grande ajuda para perder peso, mas há aqueles que dizem que a diferença não é muita.

Por cada 10 ou 15 minutos de gargalhadas por dia se consomem entre 10 e 40 calorias. Ainda não são muitas, sim, é algo benéfico.

4. Você sabe a partir de que idade começamos a rir?

Sabe que idade começamos a rir

Até há muito se pensava que o riso era uma qualidade que se adquiria, no momento de nascer. No entanto, o obstetra Stuart Campbell descobriu, com ultra-som 4D, que as primeiras sorrisos ocorrem quando o bebê ainda se encontra no ventre materno.

Apesar disso, as gargalhadas não aparecem até os primeiros três ou quatro meses de vida. E é uma grande alegria para toda a família!

5. Você pode evitar as rugas

Deseja conservar o seu rosto mais jovem e livre de rugas? Começa a rir! Além disso, é um tratamento de beleza simples e natural.

Os efeitos que tem sobre a circulação sanguínea, a que acrescem os movimentos que provoca nos músculos faciais, contribuem para tonificar a pele para mantê-lo aquecido. Durante o ato de rir também são purificados os pulmões e facilita a oxigenação das células.

6. É um relaxante muscular

Sofres tensões no seu dia-a-dia? Por sua capacidade para mover a maior parte dos músculos do corpo, também é um grande remédio contra a dor muscular.

Os movimentos que implica atuam como um relaxante para desinflamar a musculatura. Tanto os músculos superficiais como os que se encontram em partes mais profundas.

7. É um analgésico natural

O riso é um analgésico natural

Nunca teria imaginado que seria também um remédio para a dor. As pessoas que se riem com mais frequência são capazes de suportar até 10% mais dor em comparação com os que riem pouco.

Isto se deve a que estimula a segregação de serotonina e endorfinas. E estes neurotransmissores são responsáveis por causar bem-estar e sensação de felicidade.

8. Melhora a saúde pulmonar

Acredite ou não, também se relaciona o ato de rir com o sistema respiratório. Por isso, a terapia do riso se está aplicando para limpar e melhorar as funções dos pulmões.

De fato, o riso aumenta a oxigenação e funciona como qualquer outro exercício de respiração tradicional. Experimente e você vai ver o resultado!

9. Rir em casal fortalece a relação

Rir em casal fortalece a relação

O rir, se beneficia o casal! Uma das principais razões para permanecer unidos a alguém, é saber que chegarão momentos de felicidade e boas experiências.

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Berkeley, os casais que se riem juntas e superam as dificuldades com bom humor têm mais chances de permanecer juntos durante mais anos. Portanto, é uma terapia muito simples.

10. O riso tem sua própria ciência,

Embora muitos não o sabem, existe uma ciência encarregada de analisar e descobrir quais são esses efeitos que provoca o riso , tanto a nível físico como psicológico. Chama-Se geolitologia foi descrita pela primeira vez pelo psiquiatra William F. Fry.

Por isso, é momento de rir! Por isso, para se beneficiar de todas as vantagens de uma boa sessão de gargalhadas, trata de buscar momentos agradáveis que se a estimulem. Além disso, os amigos, a família e até mesmo um simples programa de humor pode ser a terapia para se sentir melhor no seu dia-a-dia.

Mudemos costumes... Fale de suas alegrias!

Saúde

10 dados curiosos do corpo feminino que nem as mulheres conhecem

O corpo feminino tem estado envolto em uma aura de mistério ao longo da história, não só por sua complexidade, mas também pelo papel que desempenha tanto sexual como reprodutivamente. Conheça alguns dados curiosos sobre o seu funcionamento.

Para entender o funcionamento do corpo feminino, os seres humanos foram, baseado em várias superstições que, graças às pesquisas, foram ficando no passado.

Hoje se reconhece que em si tem algumas peculiaridades em comparação com o dos homens e, de fato, algumas destas características são as que determinam a sua saúde e comportamento.

Tendo em conta que muitos ainda não conhecem o suficiente, hoje quisemos reunir 10 dados curiosos e inesperados.

1. O coração feminino bate mais rápido

O coração da mulher bate mais rápido que o do homem, para compensar seu menor tamanho.

Enquanto que o peso de um coração de um homem é, em média, cerca de 280 g, o de uma mulher é de cerca de 225 g.

Uma mulher adulta tem uma frequência cardíaca de 78 batimentos por minuto, aproximadamente, ou seja, 8 golpes mais rápido do que em um homem adulto.

2. As mulheres queimam gordura com mais lentidão

Devido ao funcionamento de seu metabolismo, as mulheres tendem a queimar menos gordura por dia, em comparação com os homens.

Se bem que há muitas formas de estimular esses processos, considera-se que, em média, a queima de 50 calorias a menos.

3. Têm um sistema imunitário mais forte

As mulheres têm um sistema imunitário mais forte do que os homens, mas, apesar disso, são mais propensas a desenvolver doenças auto-imunes.

Isto tem que ver com o cromossoma X, que possui muitos genes relacionados com a saúde imunitária.

4. Sua língua tem mais receptores de doce

Outra das características particulares do corpo feminino, é que elas têm mais receptores de doce que os homens.

Suas papilas fungiformes são mais em comparação com as que têm os homens. Assim, esta seria a razão por que identificam com mais facilidade os sabores.

5. O corpo feminino tem mais receptores nervosos

As mulheres têm mais receptores nervosos do que os homens, razão pela qual sentem com mais intensidade a dor.

Esta particularidade continua sendo investigada, pois pode ser determinante para as técnicas cirúrgicas, os tratamentos e as doses de medicamentos para elas.

6. As mulheres piscam o dobro

O ato de piscar nos permite lubrificar os olhos para protegê-los contra partículas e corpos estranhos que podem ficar doentes.

Uma mulher pisca mais frequentemente do que um homem devido aos seus níveis de estrogênio são mais elevados.

Esse hormônio desempenha um papel muito importante na segregação de fluidos no corpo, incluindo os olhos.

7. As mulheres têm maior flexibilidade

Fisicamente, as mulheres tendem a ter maior flexibilidade em suas articulações, especialmente na região do quadril.

É Esta qualidade que lhes permite ter uma maior amplitude de movimento, por exemplo, ao fazer exercício ou dançar.

Essa flexibilidade é ainda maior durante o período de gravidez, uma vez que as hormonas segregadas nesta fase, surge os tecidos conjuntivos dos músculos.

8. O ouvido feminino distingue melhor os sons mais agudos

Em diversas investigações foi possível determinar que as senhoras que têm uma acuidade auditiva superior em comparação com os homens da mesma idade, em frequências de teste acima de 2 kHz.

9. As mulheres choram mais que os homens

É verdade que os estereótipos estão ficando no passado; no entanto, existem estudos que recolhem o que, efetivamente, as mulheres choram mais que os homens.

Em uma das investigações, verificou-se que uma mulher pode chorar entre 30 e 64 vezes ao ano, enquanto que um homem faz só entre 6 e 17 vezes.

Além disso, enquanto que o choro de uma mulher pode durar, em média, seis minutos e meio, o dos homens está entre dois e três minutos.

10. O cheiro da mulher está melhor desenvolvido

Até há algum tempo era um mistério por que as mulheres têm maior sensibilidade olfativa.

Não obstante, um grupo de pesquisadores encontrou evidências de que poderiam explicar esta situação.

Em um estudo na revista PLOS ONE , realizado com 7 homens e 11 mulheres (todos com mais de 55 anos), encontrou-se que as mulheres têm, em média, 43 % mais células dos bulbos olfatórios de sua estrutura cerebral.

Como já comentado, estes 10 curiosos dados são uma importante mostra as diferenças do corpo feminino contra o masculino, que talvez desconheça.

Coração de mulher

Saúde

10 coisas que têm em comum os casais duradouros

Não existe uma fórmula mágica para que o amor perdure com o passar dos anos. No entanto, os casais duradouros têm certas qualidades que lhes permite manter os seus laços unidos, mesmo que seja inevitável passar por momentos difíceis.

É certo que todas as relações evoluem de formas diferentes, de acordo com as personalidades e interesses de cada um. No entanto, em geral não há ‘coisas em comum’, que são as que permitem construir uma união sólida, cheia de amor e respeito.

Quais hábitos ajudam a manter o relacionamento forte? Como fazem os casais duradouras para ser felizes apesar do tempo? Se você chegou a este ponto, talvez você deseja resolver estas questões. Por isso, nós temos esses ‘segredos’ para uma relação saudável e estável.

Que um relacionamento perdure, com o tempo, não quer dizer que seja perfeita em todos os sentidos. De fato, aqueles que levam anos juntos atravessaram momentos difíceis que marcaram a relação. Vejamos em seguida que têm em comum os casais duradouros.

1. Compartilham interesses

Tipos de casais.

Ter os mesmos Hobbies e interesses que o casal pode facilitar o entendimento entre ambos. Inclusive, é um desses grandes segredos que duram muitos anos. Não há nada melhor do que combinar em gostos na hora de criar planos para compartilhar.

2. Vão dormir juntos

Apesar de parecer uma ação simples da rotina, na verdade, é um gesto que tem muitos benefícios para a relação. O fato de compartilhar esse último momento do dia juntos é muito prazeroso.

3. Não dormem magoados

Dormir brigados é um hábito que produz um clima negativo no relacionamento. Por isso, as uniões duradouras procuram corrigir seus conflitos antes de ir dormir. Além disso, conseguir uma reconciliação na cama pode ser uma desculpa para desfrutar da intimidade.

4. Se dão amostras de afeto

O amor é o bem mais precioso

Os beijos, abraços e qualquer outra demonstração de afeto não é algo exclusivo do período de conquista. Dado que estes “ingredientes” mantêm a ligação e cumplicidade, os casais de anos continua dando importância, todos os dias, a qualquer hora.

5. Confiam um no outro

Qualquer tipo de relacionamento tem como base a confiança. Se algum dos envolvidos não consegue confiar, é provável que tenha mais dificuldades para construir uma união saudável, feliz e, principalmente, duradoura.

Quando ambas as partes mostram confiança e se dar espaço um ao outro, há um melhor entendimento. De passagem, isso evita o aparecimento de sentimentos negativos como o ciúme e a insegurança, que podem levar a conflitos.

6. Celebram as conquistas do outro

Fale com o seu parceiro.

Em um casal saudável, não existe a inveja e não a necessidade de impedir o futuro do outro. Devido a isso, uma característica especial, as parcerias duradouras é que pensam como equipe, e cada um celebra o sucesso do outro como se fossem próprios.

7. Têm a sua própria língua

Não é que cada casal invente um novo idioma como tal; mais bem, adquirem uma forma diferente de se comunicar entre si quando estão sozinhos ou com mais pessoas. Chega um momento em que se conhecem tanto um ao outro que não precisam ser diretos com as palavras para se entender.

8. Os une a cumplicidade

Ao longo da relação que se apresentam milhares de situações em que deve predominar a cumplicidade. Por isso, depois de um tempo juntos, é normal que se estabeleça um clima de confiança que permite ser ‘cúmplices’ em qualquer tipo de aspecto: sentimental, sexual ou familiar.

9. Cada um tem seu espaço

Casal e espaço.

Uma relação saudável respeita o que cada envolvido tenha a sua própria intimidade. Apesar de haver muitas coisas que são compartilhados juntos, cada um precisa de seu próprio espaço. Esta é uma qualidade própria das parcerias duradouras, que amam com liberdade.

10. Há comunicação

Um dos componentes principais das relações longas é a boa comunicação. Existe tanta confiança entre ambos, que podem falar o que for, sem medo. Por conseguinte, estão dispostos a enfrentar as dificuldades com o diálogo, sem lançar preconceitos e procurando encontrar alguma solução.

Você se sente identificado com estas características? Você acha que estão faltando no seu relacionamento? Pois bem, agora que você conhece, procura-las com o seu parceiro. Embora o ideal é que sejam espontâneas, também pode adotar para fortalecer a união.

6 discussões que todo casal feliz tem