Dieta

Dieta da Proteína funciona? Conheça o cardapio

 

A busca de uma melhor forma física está ligada tanto a questão de saúde quanto a questão de beleza, e por isso muitas pessoas adotam formas de emagrecimento, que vão desde a prática de exercícios físicos até mesmo a realização de dietas.

Entre as diversas dietas existentes, tem a dieta da proteína que consiste na alimentação baseada apenas em alimentos proteicos (exemplo; carne, ovo e etc.), isto é, o consumo de carboidratos é eliminado do dia a dia da pessoa, fazendo com que a energia consumida pelo corpo humano seja baseada em gordura, em vez dos carboidratos, alterando o processo normal de produção de energia do corpo humano, pois a dieta da proteína altera o processo metabólico do organismo.

Para a pessoa conseguir a perda de peso com a realização da dieta da proteína, é necessário que ela siga a risca todas as recomendações e restrições do cardápio. Para facilitar o processo, especialistas dividiram a dieta da proteína em fases de forma que as pessoas consigam obter os resultados desejados.

Essa dieta deve ser feita por um período de 15 dias, e depois de um intervalo de 3 dias pode ser retomada. A dieta não deve ser feita de forma prolongada pode enfraquecer a pessoa e não deve ser realizada por pessoas que tenham problemas nos rins.

As Fases da Dieta da Proteína

Apesar de ser uma dieta, a dieta de proteína não possui um cardápio pobre, pois a única restrição é a ingestão de carboidratos. Por isso, segue abaixo as fases da dieta da proteína, com a relação de alimentos que podem ser consumidos no período da dieta:

Leia também:  10 alimentos ricos em potássio para incorporar à sua dieta

  • Primeira Fase – é a fase mais bruta da dieta, pois ocorre o corte total dos carboidratos da alimentação para a mudança da fonte de energia do corpo. É recomendado que a eliminação total de carboidratos dure no máximo 05 dias. A primeira fase dura cerca de 02 semanas, e para que o corpo não sinta fraqueza é recomendado que seja evitada a realização de exercícios físicos. Nessa fase a perca de peso é acentuada, mas é necessário cuidado com as dores de cabeça, náuseas e tonturas.
  • Segunda Fase – nesta fase os carboidratos voltam a ser consumidos em pequenas porções, de forma que a alimentação da pessoa vai sendo normalizada aos poucos. A pessoa pode voltar a fazer exercícios físicos, para queimar a energia que vai ser gerada pela volta do consumo de carboidratos. A pessoa continua a perder peso, mas menos que na fase anterior.
  • Terceira Fase – esta fase é importante para a pessoa manter o peso conquistado após o período de a restrição alimentar. A partir desse momento todo tipo de alimento está liberado, no entanto de forma moderada.

Os Alimentos da Dieta da Proteína

Todos os alimentos ricos e proteínas são permitidos na alimentação da dieta da proteína, como por exemplo: peixe, ovo, carne magra, presunto, iogurte, queijo, leite, legumes, verduras, frutas (abacate, melancia, melão e etc.), sucos, saladas, alimentos integrais, chás e etc.

No período de realização da dieta da proteína, a pessoa não deve se alimentar de carboidratos e outros alimentos, como por exemplo: arroz, batata, macarrão, pão, biscoitos, refrigerantes, feijão, milho, água de coco e qualquer alimento que seja rico em carboidrato.

Deixe uma resposta