Saúde

Faces da Depressão: A Recaída.

Aqui irei abordar dentre as várias faces da Depressão, talvez a mais importante.

Pois é, de uma hora para outra Ela volta !!!

Como uma visita indesejada, desorganiza tudo: arrasta os móveis e levanta aquela poeira que você pensou já ter dado o fim. Volta a sensação de perda de interesse em realizar coisas que antes eram divertidas, ocorrem transtornos no sono, alimentação, humor e sentimentos.

A Depressão desestabiliza a mente, cega a visão e em muitos casos remove também a perspectiva de encontrar novamente a”luz no fim do túnel”.

A esperança novamente abalada…a mente em reclusão começa a criar histórias, roteiros e ensaia cenas em uma tentativa de sobrevivência . Cenas estas que na verdade jamais acontecerá.

As emoções se tornam incomparavelmente maiores que os fatos. O depressivo acredita estar vivendo na realidade, mas são apenas percepções ilusórias. Cria-se em sua imaginação que somente um final definitivo seria capaz de te remover da areia movediça em que se encontra, e acabar de vez com essa dor dilacerante.

Mas NUNCA DESISTA. As pessoas que nós amamos e que nos amam são motivos mais do que suficientes para tentar mais uma vez.

Ok, Ela tomou seu tempo, exigiu de seu pensamento muito mais do que um músculo é exercitado durante uma ginástica, sugou sua energia e tempo e então, de repente vai embora….some…Tudo isso por incrível que pareça pode ocorrer em apenas cinco minutos – a Recaída.

Você sabe que aquilo já aconteceu uma vez. Por mais que tente utilizar de métodos para distrair a mente e espairecer, de alguma maneira , você ainda cultiva aquela escuridão em seu pensamento, feito um pequeno monstro de estimação que frequentemente surge para se alimentar e quando está satisfeito volta a brincar, voltando de tempos em tempos.

Leia também:  10 alimentos que acalmam a ansiedade de forma natural

Feito uma bola de neve, cada vez que Ela volta parece pior, o monstrinho necessita de maior quantidade de alimento e sua alma começa a se sentir exausta. E Então você percebe que o seu silêncio piorou a situação.

Realmente, sabemos que o humor do ser humano pode variar de acordo com a fase da vida que está vivendo, até mesmo mudar no mesmo dia da alegria à dor. Mas na Depressão, não importa o que está acontecendo no momento do “lado de fora”,por dentro é que está tudo desregulado, uma verdadeira bagunça.

Como sabemos, Depressão não é o que você sente quando um parente morre ou quando um amor se desfaz; Depressão é uma Mente que está triste quando (aparentemente) não há razão para estar.Também não é sinônimo de tristeza para perdas catastróficas. É MUITA TRISTEZA E POR QUALQUER MOTIVO.

O quê fazer então ?

Todos temos as nossas lutas e precisamos aprender a lidar com elas. O que um depressivo precisa aprender é tratar a Depressão como um visitante, não como um hóspede. Ela não faz e não deve fazer parte do seu cotidiano, não pode ser algo para se domesticar, ou seja “não alimente”aquele mosntrinho, deixe-o morrer de fome.

Se necessário, não tenha vergonha de pedir auxílio de intervenção química, psicológica e espiritual. Para matar o monstrinho de fome, você é que precisa agir.

Consuma cultura, entretenimento, alegria e muito, mas muito mesmo, auto-conhecimento. Cultive também ( muito importante) amizades, aprender que outras pessoas podem caminhar ao seu lado; cultive fé; deixe crescer perseverança e bom-ânimo.

Pode parecer até óbvio, mas é exatamente uma atitude positiva com a vida que pode ser decisivo para te tirar desse poço aparentemente sem fim. E para que isso seja possível, primeiramente você tem que assumir a Depressão.

Leia também:  10 alimentos que ajudam a dormir melhor

Afastá-la e fingir que nada está acontecendo só a fortalecerá. Não sinta vergonha, não há problema algum em assumir. Não se culpe, pois Ela é apenas uma invasora e entenda sim, é uma DOENÇA.

Procure inicialmente alguém com quem conversar, que te entenda, que seja realmente solidário, que abra o coração sem preconceito para te escutar e que abrace sua mão para buscar um tratamento adequado. E tudo ficará bem. De verdade.

Remédios ? Sim, sem preconceitos;

Os remédios não visam trazer a felicidade, mas sim tornar a tristeza suportável para que você possa então perceber os pontos positivos de sua vida. E acreditem em mim isso é realmente possível. Faça uma forcinha para percebê-los.

Conclusão

Nunca se esqueça: Ela é apenas uma visitante, não uma moradora !!! Por mais bagunça que possa fazer, por mais que atrapalhe a sua intimidade e te prive de fazer algumas coisas, Ela um dia irá embora e você novamente irá sorrir e quando (e se) voltar, pare e reflita com bravura: O QUE EU POSSO APRENDER COM ESSA CRISE ?

Deixe uma resposta