Emagrecimento

Metformina Emagrece Quantos Quilos por Mês

No geral com recomendação aos diabéticos, a metformina se resume ao medicamento tomado via oral para controle de níveis de glicose no sangue. O foco é em pacientes com diabetes do tipo 2 e pode ser usada com mais medicamentos para manter diabetes sob controle.

Mas, não é usada para tratar diabetes do tipo 1. Assim como ocorre com qualquer outro medicamento, existem benefícios e riscos ligados à metformina, e os mesmos devem ser determinados antes de acrescentados em plano de tratamento que já existe.

Metformina Emagrece?

A vontade para apresentar um corpo em forma tem levado muitas pessoas a recorrer por remédios não recomendados para perder peso, não apenas com a metformina.

Na tentativa de perder os quilos extras, homens e mulheres, mesmo sem apresentarem a doença metabólica, eles tentam fazer de drogas à base de metformina, substância utilizada para controle da insulina, um meio arriscado e também de pouca eficiência de emagrecimento.

O método apresenta perigo e já é utilizado há mais de 3 anos. Porém, atualmente o consumo para este fim parece ter recebido impulso, o que é situação preocupante, sendo importante sempre informar-se sobre a medicação.

A metformina, substância encontrada em principais medicamentos utilizados em controlar diabetes tipo 2, como Dimefor, Glifage, Glucophage, Glucoformin, não é de utilização controlada, portanto termina “passando” por meio da vigilância da Anvisa contra medicações de forma comprovada utilizadas para perder peso.

Riscos para os Não Diabéticos

O problema do uso de metformina para perder peso, por quem não é considerado diabético, é enjôo com freqüência e acidose lática, fraqueza muscular intensa, de acordo com Sociedade Brasileira do Diabetes, SBD, Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, SBEM, e Associação Brasileira de Estudo para Obesidade, Abeso.

Leia também:  7 estratégias para queimar gordura que você tem que conhecer imediatamente

Para os indivíduos que sofrem de determinada disfunção renal ou insuficiência respiratória, a utilização pode ser fatal. A ação da metformina é reduzir a resistência à insulina, e não tem nenhum sentido utilizar para perder peso. É muito importante estar atento aos riscos para os não diabéticos associados à metformina.

Isto pode gerar dois problemas graves. A acidose lática, que pode acarretar a morte em situações extremas. E a utilização é inteiramente contra indicada para as pessoas que apresentam redução da função renal, qualquer infecção ou quadro de desidratação, e insuficiência cardíaca. A utilização misturada ao álcool do medicamento é mais do que considerada proibida.

Efeitos Adversos e Colaterais do Medicamento

O efeito colateral em potencial mais grave da metformina se resume à acidose lática. Tal complicação é bastante rara, e parece ser limitada para os indivíduos com funções prejudicadas dos rins ou fígado.

O efeito adverso mais comum do medicamento é a complicação gastrointestinal, que pode apresentar diarréia, náusea, vômito e cólica. O medicamento é de forma mais comum associado com efeitos gastrointestinais adversos, em comparação com a maioria de remédios para diabetes.

Os problemas gastrointestinais são determinados menos recorrentes após uso contínuo e prolongado de metformina. A utilização de longo prazo do medicamento tem sido associada à má absorção de vitamina B12.

 

Deixe uma resposta