Saúde

Pouco desejo sexual em mulheres – Sintomas e causas

Descrição geral

O desejo sexual das mulheres varia naturalmente com o passar dos anos. Os altos e baixos geralmente coincidem com o começo ou o fim das relações ou com grandes mudanças na vida, como gravidez, menopausa ou doença. Alguns medicamentos usados para tratar distúrbios do humor também podem provocar a diminuição do desejo sexual em mulheres.

Se a sua falta de interesse no sexo continua ou volta e te causa dor, você pode ter uma condição chamada de “transtorno do desejo sexual hipoativo”.

No entanto, você não tem que cumprir com esta definição médica para procurar ajuda. Se você se incomoda de ter pouco desejo sexual ou desejo sexual reduzido, existem mudanças no estilo de vida e técnicas sexuais que podem incluir um logotipo da sua disposição mais seguido. Alguns medicamentos também podem dar-lhe boas perspectivas.

Sintomas

Se quiser ter relações sexuais com menor frequência que o seu parceiro, nenhum dos dois está necessariamente fora do que é normal para pessoas nessa fase da vida, embora essa diferença pode causar aflição.

Do mesmo modo, mesmo se o seu desejo sexual é menor do que costumava ser, seu relacionamento pode ser mais forte do que nunca. Em resumo: Não existe um número mágico para definir o desejo sexual baixo. Varia de uma mulher para outra.

Os sintomas de baixo desejo sexual em mulheres compreendem os seguintes:

  • Falta de interesse em qualquer tipo de atividade sexual, mesmo na masturbação
  • Não ter fantasias nem pensamentos sexuais nunca ou quase nunca
  • Preocupação com a falta de atividade ou de fantasias sexuais
Leia também:  Os 7 Benefícios do Goji Berry Para saúde

Quando consultar o seu médico

Se você está preocupado com a falta de desejo sexual, converse com o médico.A solução pode ser tão simples como a substituição de um medicamento que você está tomando e melhorar qualquer doença crônica, como pressão arterial alta ou diabetes.

Causas

O desejo sexual é baseada em uma interação complexa de muitos fatores que afetam a intimidade, como o bem-estar físico e emocional, as experiências passadas, crenças, estilo de vida e a relação atual. Se você tem problemas em algum desses aspectos, o seu desejo sexual pode ser afetado.

Causas físicas

Uma grande variedade de doenças, mudanças físicas e medicamentos podem causar a diminuição do desejo sexual, entre eles os seguintes:

  • Problemas sexuais. A dor durante as relações sexuais, ou a falta de orgasmos podem diminuir o desejo sexual.
  • Doenças. Muitas doenças não-sexuais podem afetar o desejo sexual, como a artrite, câncer, diabetes, pressão arterial elevada, a doença das artérias coronárias e das doenças neurológicas.
  • Medicamentos. Certos medicamentos, em especial os antidepressivos chamados inibidores sele;tivos da recaptação de serotonina”, diminuem o desejo sexual.
  • Estilo de vida. É possível que um copo de vinho te faça sentir-se apaixonado, mas beber muito álcool pode afetar o desejo sexual. O mesmo acontece com as drogas ilegais. Além disso, fumar diminui o fluxo sanguíneo, o que pode diminuir a excitação.
  • Cirurgia. As cirurgias relacionadas com os seios ou o aparelho genital podem afetar a imagem corporal, a função sexual e o desejo sexual.
  • Fadiga. A fadiga por ter cuidado de crianças ou familiares que estão envelhecendo pode contribuir para a diminuição do desejo sexual. A fadiga por doenças ou cirurgias também é um fator de diminuição do desejo sexual.

Alterações hormonais

As mudanças nos níveis de hormônios podem alterar o desejo sexual. Isso pode ocorrer por:

  • Menopausa. Os níveis de estrogênio caem durante a transição da menopausa. Isso pode fazer com que você tenha menos interesse em sexo e que secarem os tecidos vaginais e, em conseqüência, as relações sexuais sejam dolorosas ou desconfortáveis. Embora muitas mulheres continuam a ter relações sexuais satisfatórias durante a menopausa, e depois dela, a libido de algumas atenua durante esta mudança hormonal.
  • A gravidez e a amamentação. As mudanças hormonais durante a gravidez, imediatamente depois de ter um bebê e durante a amamentação podem diminuir o desejo sexual. A fadiga, alterações na imagem corporal e a pressão que supõe engravidar, ou cuidar de um novo bebê também podem contribuir para alterar o desejo sexual.
Leia também:  10 benefícios da água de coco para a sua saúde

Causas psicológicas

Seu humor pode afetar o desejo sexual. Há muitas causas psicológicas da diminuição do desejo sexual, entre elas as seguintes:

  • Problemas de saúde mental, como depressão ou ansiedade
  • Estresse, como o estresse financeiro ou de trabalho
  • Baixa auto-estima, da imagem corporal
  • Baixa auto-estima
  • Antecedentes de abuso físico ou de abuso sexual
  • Experiências sexuais negativas no passado

Problemas de casal

Para muitas mulheres, a proximidade emocional é o prelúdio da intimidade sexual. Então, os problemas de casal podem ser um fator importante na relação com a diminuição do desejo sexual. A diminuição do interesse nas relações sexuais costuma ser o resultado de problemas persistentes, como os seguintes:

  • Falta de conexão com o seu parceiro
  • Conflitos ou brigas sem resolver
  • Comunicação deficiente das necessidades e preferências sexuais
  • Problemas de confiança

 

Deixe uma resposta