Treinos

Uma Dica Estranha, Porém, Eficaz de Como Ganhar Massa e Perder Gordura

Sempre que temos aqueles quilos a mais pra perder, entra aquele dilema da massa muscular. E, por logica, pra ganhar massa muscular precisamos extra de gordura para queimar no processo, e pra emagrecer precisamos ter um déficit de gordura para de fato perder peso. Então como conciliar a necessidade de ter gordura e a de não ter? Não é difícil, pense um pouco…

 

Já tem a resposta? É essa mesmo!

A gordura corporal é a solução

Então isto é o que muitas vezes, por mais básico que pareça, muitas pessoas não percebem. Sim, é necessária suficientes calorias para construir o músculo e é necessário um déficit de calorias para queimar a gordura. Então essa gordura que já temos é a solução; mas, o que é a gordura corporal?

A energia armazenada ou calorias, se preferir, é aquela energia extra que fica guardada em forma de gordura para eventuais épocas de fome, comuns no ser humano em estado natural. Então, essa gordura acumulada, é energia que consumiu e não usou, ficou na reserva. Então vamos aproveitar essa reserva pra que seja o combustível do nosso músculo em desenvolvimento.

Quando uma pessoa decidiu perder peso, a melhor forma de faze-lo é realizar exercícios físicos e ter uma dieta balanceada. Como falávamos antes, aumentar a massa muscular ajuda a perder peso de forma mais rápida, devido a que os músculos são tecidos que precisam de grandes quantidades de energia para manter-se.

Para ganhar musculatura (e ao mesmo tempo perder peso), não é apenas usar aquela reserva que falamos, senão também submeter-se a uma dieta específica onde as proteínas e os carboidratos ganham um protagonismo peculiar. Partindo dessa base é que sai a dieta 40-40-20 (40% proteínas, 40% carboidratos e 20% gordura)

Proteínas – 40%

Para qualquer caso, as proteínas serão as principais responsáveis, junto aos exercícios físicos, de aumentar a massa muscular do corpo. Daí vem sua vital importância. Este tipo de micronutrientes pode ser encontrado principalmente nas carnes magras como, por exemplo, atum, salmão, carne de gado, como também nas claras de ovo ou inclusive naqueles suplementos que são vendidos em farmácias ou em lojas especializadas.

Carboidratos – 40%

Sim, mas que possa parecer estranho, você deve consumir essa quantidade de carboidratos, que convenhamos não é difícil, já que eles serão a principal fonte de energia na hora de realizar os exercícios necessários para desenvolver e aumentar o volume da massa muscular, assim como também o sistema cardiovascular para acelerar o processo de queima de gordura e aumentar a capacidade pulmonar, mas cuidado, fique de olho por que não nos referimos a qualquer carboidrato, senão aos carboidratos que podem ser encontrados em grãos, massas, pães e arroz, e tente que sempre sejam integrais.

Esqueça, e já de passagem aproveite para banir definitivamente da sua vida, os carboidratos simples como o açúcar dos refrigerantes.

Gorduras – 20%

Agora em ultimo lugar, mas não menos importantes estão as gorduras, mesmo que a partir de agora tenha mais cuidado na hora de consumi-las. A importância delas, entre muitas outras, é o fato de que, por exemplo, o corpo precisa delas para produzir um hormônio chamado leptina, que ironicamente é liberado para que o organismo seja capaz de queimar as gorduras acumuladas.

Então a partir de agora preste atenção aos tipos de gordura consumidas, deixe de lado as gorduras saturadas e opte pelas gorduras monoinsaturadas que podem ser encontradas no abacate, azeite de oliva, amêndoas, nozes, etc. Este tipo de gorduras ajudam no processo digestivo, acelerando o metabolismo, além de que contem Ômega 3 e 6, compostos essenciais para um bom funcionamento do coração.

Leia também:  Caminhada ou Corrida Qual Devo Escolher?

As porcentagens da dieta 40-40-20 referem-se ao numero de calorias máximas a consumir diariamente. Por exemplo, se sua dieta diz que deve consumir 2000 kcal em um dia, então que 800 kcal sejam de carboidratos e proteínas, e 400 kcal das gorduras.

Então a partir da agora, preocupe-se em organizar uma dieta que diminua as calorias diárias. Use tabelas nutricionais para estabelecer esta dieta e equilibre com exercícios de peso e aeróbicos. Daqui em diante é com você!

 

Deixe uma resposta